Partilhar

Observatório da Lusofonia é oficial

Esta semana publicou-se o decreto de constituição do Observatório Galego da Lusofonia Paz Andrade. A sua criação tinha sido anunciada previamente através da Lei galega de ação exterior 10/2021, e finalmente converte-se em realidade.

O Observatório contará com entidades galegas e do âmbito da lusofonia, e terá como finalidade assessorar o Governo, formular planos de ação e programar atividades de conhecimento, intercâmbio e planeamento. Segundo publicado no decreto:<<A vocação deste observatório é fomentar o consenso sobre as medidas que se devem adotar para abordar as relações com a lusofonia na Comunidade Autónoma(..). Também assessorar as administrações públicas (..) na incorporação da perspetiva lusófona, ao tempo que atuará de canal de divulgação da informação de interesse dessa perspetiva para um conhecimento exaustivo e permanentemente atualizado da realidade lusófona em e desde Galiza..>>

Entre as entidades integrantes no Observatório está a associação de Docentes de Português da Galiza (DPG) quem celebrou o anuncio e sinala “acreditamos que uma das pedras basilares dos planos de ação e programação poderá ser um apoio decidido ao ensino de português no nosso âmbito de atuação, pelo que não podemos mais do que felicitar o governo galego pelo novo organismo e pelas expectativas geradas a respeito.”

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Crianças homenageiam Rosalia de Castro este sábado em Outeiro de Rei

Conversa arredor da obra “Porque caiu a Galiza” de José Manuel Barbosa em Carvalho

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo