Partilhar

Morre o cantor português Fausto

Fausto Bordalo Dias tinha 75 anos (1948-2024) e foi um artista fundamental da música de raiz portuguesa, fazendo parte do movimento de renovação da década de 70, ao lado de cantores como Zeca Afonso ou Sergio Godinho.

Fausto, um dos nomes maiores da música portuguesa, gravou 12 álbuns durante a sua carreira, que começou na década de 60, até o seu último disco, intitulado “Em busca das montanhas azuis”, que fora lançado em 2011.

Foi um autor com muito reconhecimento na Galiza, onde estes dias também se exprimem mostras públicas de carinho cara o músico.

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, no Festigal, o 25J em Compostela

Scarpaccia de cabacinha

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”