Partilhar

Letras Galegas 2015: José Maria Varela Silvari

  • Terça-feira, 12 de maio, 20h
  • Auditório do conservatório
  • Entrada livre e gratuita
  • Programa [PDF]

PROGRAMA HOMENAGEM VARELA SILVARI_Page_1Uma das figuras menos conhecidas da música galega, com uma biografia de cortar a respiração e mais de quinhentas obras musicais, a maior parte delas desaparecidas nos arquivos, sem contar com os trabalhos musicográficos sobre música galega e não só. Diretor de coros na Suíça e na Espanha, o acrunhês José Maria Varela Silvari foi conselheiro e académico de várias academias brasileiras, fundador e redator de vários boletins e revistas de música, autor de numerosos livros sobre música como tratados, prontuários, histórias da música popular, apontamentos, manuais teóricos, ensaios e uma Galeria Biográfica de Músicos Galegos que provocou não pouca polémica com Murguia e outros autores do seu tempo. Varela Silvari não deixou indiferente ninguém, porém ainda hoje aguarda pelo nosso reconhecimento.

O alunado da aula de Fundamentos de Composição do conservatório compostelano, organizada pelo professor Miguel A. López Fariña, apresenta as suas pesquisas sobre a vida e obra de Varela Silvari em forma de conferência-concerto na próxima terça-feira, no auditório do centro. Com a colaboração do alunado e do professorado de corda friccionada, piano e piano acompanhante.

 

APONTAMENTOS BIBLIOGRÁFICOS

Érica Andreína Santiago Nieves

Arturo Juíz Río

 

PROGRAMA

 

PROGRAMA HOMENAGEM VARELA SILVARI_Page_2Recordos de Galiza: Alvorada galega, op. 534

Mateo Bello Villarino, piano

 

A cítara de ouro

Laura Cuñarro García, piano

Gonzalo Muíño Argüelles, violino

 

Suspiros d’ausência, Cantares Galegos, n.º 2

Wenceslina, Mazurka de salão, n.º 2

Marta Fernández Mateos, piano

 

Pobre nena! op. 533

Roberto Santamarina Fernández, violino

Alejandra Escolante Mujico, piano

 

Alvorada popular

Olga Alexandrovskaia Tro_mova, violino

Elena López-Felpeto, violino

Humberto Cao Iglesias, violeta

Maria Jesus Hervás BrullL, violoncelo

Juan Vicente Cañada Valverde, contrabaixo

 

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Crianças homenageiam Rosalia de Castro este sábado em Outeiro de Rei

Conversa arredor da obra “Porque caiu a Galiza” de José Manuel Barbosa em Carvalho

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo