Partilhar

Escolas Semente procuram novas sócias

cartaz_campanha_rega_a_sementeDez anos depois da primeira escola Semente, o projeto quere dar mais um passo, no caminho de construçom da Escola nacional galega. Por primeira vez lançam umha campanha à procura de novas sócias a nível nacional: “Necessitamos-te connosco para avançarmos, precisamos da força e da solidariedade de todo um País para crescer e caminharmos num solo firme e fértil, sermos uma primavera detrás doutra, sem fim” declaram as ativistas.
Com este processo de ampliaçom pretende-se ampliar o projeto “Regando a Semente”, para poder levar as escolas a outras comarcas onde o galego está especialmente discriminado, e poder assim construir espaços seguros para que famílias e crianças podem desenvolver-se com normalidade na nossa língua.
Os contributos, segundo as possibilidades de cada sócia, destinam-se também ao desenho de novos produtos culturais em glego, a organizar jornadas de formaçom onde repensar a educaçom dumha perpectiva crítica e transformadora e avançar no aumento de bolsas para garantir o acesso a umha escola que para além do público e o privado, pretende umha outra via: o comunitário.

A Semente é um projeto educativo social, sem fins lucrativos, baseado na imersom linguística -em galego- e numa pedagogia crítica e paidocéntrica. Conta com centros em Lugo, Trasancos, Corunha, Santiago de Compostela e Vigo e dá um serviço educativo a 140 crianças, promovendo valores sociais como o feminismo, o ecologismo ou a promoçom da língua e da cultura galega.
Na seguinte ligaçom podes fazer-te sócia: https://forms.gle/x9moRcPDsKSyW13Y9

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, no Festigal, o 25J em Compostela

Scarpaccia de cabacinha

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”