Desconfinamos a obra de Carvalho



scorpioComo resultado da colaboraçom entre duas entidades do ámbito local -concretamente a Asociación Carballo Vivo de Friol e o Modelo Burela– nos primeiros dias do mês de agosto deu-se a conhecer a convocatória dum clube de leitura centrado na obra que leva por título Scórpio, de Ricardo Carvalho Calero. As respostas positivas nom tardaram em chegar e às dez da noite do dia 5 de agosto umha trintena de pessoas de diversos lugares da Galiza e mesmo do Rio de Janeiro e Buenos Aires interconectaram-se a través dumha ferramenta comunicativa compatível para telefonia e computadores. O objectivo: receber orientaçom para a leitura do romance que Ricardo Carvalho Calero tinha escrito e publicado na derradeira etapa da sua vida, o Scórpio, polo qual o autor recebeu no seu dia o Prémio da Crítica Espanhola.
O primeiro encontro virtual foi apresentado por Bernardo Penabade, que facilitou a iniciativa de leitura como resultado da síntese das pedagogias de Carvalho Calero em Lugo e Antía Cal em Vigo com a estratégia de dinamizaçom social do vasco Sánchez Carrión “Txepext”.

O primeiro encontro virtual foi apresentado por Bernardo Penabade, que facilitou a iniciativa de leitura como resultado da síntese das pedagogias de Carvalho Calero em Lugo e Antía Cal em Vigo com a estratégia de dinamizaçom social do vasco Sánchez Carrión “Txepext”.

whatsapp-image-2020-08-14-at-22-30-35 O docente impulsor do Modelo Burela convidou as pessoas participantes a encetar a leitura e ao mesmo tempo a converterem-se em agentes de educaçom social para dar a conhecer a convocatória a um público mais alargado. Deste jeito foi como começou o movimento “Desconfinamos Carvalho Calero”.
O programa formativo prolonga-se durante quatro horas divididas noutras tantas sessons, com apoio permanente da comunicaçom através das redes sociais. Na primeira realiza-se a apresentaçom de participantes e oferece-se umha primeira aproximaçom ao livro e ao autor. Na segunda começa a leitura, com explicaçons destinadas a conseguir familiaridade com o alfabeto galego e com orientaçons a respeito da ambientaçom e a estrutura da obra. Umha semana mais tarde, realiza-se umha posta em comum das diferentes leituras e comentam-se as dúvidas; e, finalmente, na segunda semana, durante o quarto encontro, as pessoas comentam de viva voz as suas impressons a respeito da obra e do desenvolvimento do processo.

“Desconfinamos a obra de Carvalho” tivo umha excelente acolhida, no momento presente estám a desenvolver-se três grupos de leitura simultáneos e para acompanhar o processo iremos publicando umha série de trabalhos derivados deste projeto coletivo.

Dado que a iniciativa “Desconfinamos a obra de Carvalho” tivo umha excelente acolhida, no momento presente estám a desenvolver-se três grupos de leitura simultáneos: um deles com horário matutino, entre as 10:00 e as 11:00 horas; e outros dous às noites, entre as 22:00 e as 23:00. Para acompanhar o processo de desconfinamento da obra de Carvalho Calero impulsado desde a educaçom social, o Portal Galego da Língua vai publicar periodicamente umha série de colaboraçons ligadas à leitura coletiva sob o título “HOJE DESCONFINAMOS A OBRA DE CARVALHO COM…”.


PUBLICIDADE