De próxima publicação os volumes da série geral 110 e 111

‘Agália’ publica o volume especial “Turismo em Terras Indígenas”

O volume será apresentado em 13 de novembro em Manaus (Amazonas) no seio do III Colóquio Internacional de Turismo em Terras Indígenas e Comunidades Tradicionais



Capa deste número especial da 'Agália'

Capa deste número especial da ‘Agália’

A revista da AGAL publica em versom digital umha seleçom de nove trabalhos do I Colóquio Turismo em Terras Indígenas, realizado polo Instituto de Estudos Sócio-Ambientais (IESA) da Universidade Federal de Goiás, em maio de 2013, em Goiânia (Brasil). Este volume, editado polo Doutor Xerardo Pereiro, professor da UTAD (Portugal) e membro do Conselho de Redaçom da revista, e as professoras Isis Maria da Cunha Lustosa e Maria Geralda de Almeida, Coordenadoras do I Colóquio CTurTI e integrantes do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais da Universidade Federal de Goiás (Brasil), contém também um “Texto de Abertura” do editor e umha “Apresentação” das coeditoras do volume.

O número especial da Agália será apresentado pola professora Isis Lustosa o dia 13 de novembro, entre 11:15 e 12:30 horas no Centro Cultural Povos da Amazônia, no transcurso do III Colóquio Internacional de Turismo em Terras Indígenas e Comunidades Tradicionais. Identidades Coletivas, Políticas Públicas, Gestao Territorial e Conflitos (Manaus, Amazonas, 12 e 13 de novembro de 2015).

Os artigos agora publicados, submetidos polo editor à precetiva dupla avaliaçom por pares anónimos, focam três eixos temáticos fundamentais: o turismo, as identidades e as relaçons interétnicas em Terras Indígenas; as experiências de turismo em Terras Indígenas no Brasil e na América Latina; e o turismo em Terras Indígenas desde o contributo da Geografia, da Antropologia e da História. Este volume evidencia, além do mais, que o Turismo em Terras Indígenas constitui um importante objeto de estudo para a definiçom de novos tipos de turismo, sustentáveis e responsáveis, assim como para a relaçom entre o turismo e as estratégias mundiais para superar a pobreza. A publicaçom deste volume quer significar também, neste sentido, um contributo desde a Galiza para este fim.

Índice do Volume Especial “Turismo em Terras Indígenas” – Agália 2015

Nota de Redação

  1. Texto de Abertura: Pelos trilhos do(s) turismo(s) indígena(s).

Xerardo Pereiro, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal)

  1. Apresentação

Maria Geralda de Almeida e Isis Maria Cunha Lustosa, Universidade Federal de Goiás/IESA/Laboter/PROEC (Brasil)

  1. Turismo Pataxó: da renovação à profissionalização das reservas.

Rodrigo de Azeredo Grünewald, Universidade Federal de Campina Grande (Brasil)

  1. Veríamos a forma de aproveitar suas culturas e de fazer um produto turístico mais: relações interétnicas, cenificações e territorialidades divergentes no Norte da Patagônia Argentina.

Sebastián Valverde, Universidade de Buenos Aires (Argentina)

  1. O povo indígena Jenipapo-Kanindé do Ceará e o turismo

Isis Maria Cunha Lustosa, Universidade Federal de Goiás (Brasil)

  1. Os Tremembé da Barra do Mundaú: a reelaboração de uma identidade indígena frente a um projeto de grande escala de turismo internacional.

Stephen Grant Baines, Universidade de Brasília (Brasil)

  1. Litoral sul paraibano: impactos do turismo em território reivindicado pelos índios Tabajara.

Amanda Christinne Nascimento Marques e Maria Geralda de Almeida, Instituto Federal de Alagoas e Universidade Federal de Goiás (Brasil)

  1. O turismo no Araguaia e os Karajá de Aruanã-Go.

Sélvia Carneiro de Lima, Instituto Federal de Goiás (Brasil)

  1. A regulamentação do turismo em Terras Indígenas no Brasil: a Reserva Pataxó da Jaqueira e o Parque Indígena do Xingu.

Rodrigo Padua Rodrigues Chaves, Universidade de Brasília (Brasil)

  1. Reinvenção da identidade cultural, protagonismo etnopolítico e interações com o turismo dos índios Pataxó(s) de Carmésia (Estado de Minas Gerais – Brasil).

José Antônio Souza de Deus e Ludimila de Miranda Rodrigues, Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil)

  1. Impactos socioambientais do turismo na vida Karajá – Aruanã-Go: dávidas e sequestro de um rio.

Eguimar Felício Chaveiro e Marcela Burger Sotto-Maior, Universidade Federal de Goiás e Universidade Federal Fluminense (Brasil)

Próximas publicaçons da Agália

Próximo a concluir o processo de avaliação dos 34 trabalhos submetidos para o volume 112 da Agália (correspondente ao segundo semestre de 2015), serám publicados em dezembro deste ano os números ordinários 110 e 111.

A Agália recebe até 31 de março de 2016 contributos para a sua avaliaçom e eventual inclusom no volume 113, correspondente ao primeiro semestre do próximo ano. Todas as pessoas interessadas podem submeter já os seus contributos através do formulário habilitado na web da revista.

Índices dos volumes 110 e 111 da Agália. Revista de Estudos na Cultura:

Volume 110

Nota da Redação

  1. Palimpsestos refratários ao tempo: transmissão e interdição dos clássicos latinos

Fábio Frohwein de Salles Moniz, Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil)

  1. Bestiarium ou Livro das bestas: da tradição zoológica medieval ao bestiário fantástico de Jorge Luis Borges

Márcia Seabra Neves, Universidade Nova de Lisboa (Portugal)

  1. O ethos flutuante de Padre Antônio Vieira: uma abordagem histórico-discursiva

Gilmar Bueno Santos e Vagner da Silva Cunha, Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil)

  1. O Corpo é Meu: Analisando narrativas jornalísticas e o desenquadre do gênero

Maria Carmen Aires Gomes, Universidade Federal de Viçosa (Brasil)

  1. Póética e Ritmo da Música Popular Brasileira

Lucio Menezes Valentim, Universidade Estácio de Sá (Brasil)

  1. Brasileiro tem nome de santo? Estudo metalexicográfico de verbetes do Dicionário Onomástico de José Pedro Machado

Aurelina Ariadne Domingues Almeida, Universidade Federal da Bahia (Brasil)

  1. Os advérbios em -mente no Português Setecentista e Oitocentista

Susana Fontes, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal)

Ficha de Avaliação [2014 (volumes 109-110)]

Volume 111

Nota da Redação

  1. As diferentes relações construídas em torno da propriedade comunal Galega

Roseni Aparecida de Moura, Universidade Federal de Viçosa (Brasil)

  1. Dos dramas sociais aos desafios hodiernos: Uma análise dos processos vivenciados pelos indígenas Suruí da Amazônia brasileira

Nathália Thaís Cosmo da Silva, Universidade de Santiago de Compostela (Galiza) e José Ambrósio Ferreira Neto, Universidade Federal de Viçosa (Brasil)

  1. Condições de recepção crítica em jornais: Milliet, Lins, Martins, Oliveira (Brasil, dos anos 1940 aos anos 1970)

André Barbosa de Macedo, Universidade de São Paulo (Brasil)

  1. O teatro como espaço de resistência na peça Auto dos bons tratos, da Companhia do Latão

Camila Hespanhol Peruchi, Universidade Estadual de Maringá (Brasil)

  1. A antiexpressão do “eu” como potência retórica do theatrum sacrum de Antônio Vieira

Felipe Lima da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (Brasil)

  1. Traço-texto:as relações entre imagem e palavra na obra A guerra dos fazedores de chuva com os caçadores de nuvens de Luandino Vieira

Júlia Parreira Zuza Andrade, Universidade de Coimbra (Portugal)

  1. Até que a etnia os separe: nacionalismo, miscigenação racial e mestizagem cultural em Tiara, de Filomena Embaló

Cardoso Sebastião Marques, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Brasil)

  1. Existem razões para se continuar a usar manuais no ensino de línguas?: Algumas conclusões sobre o seu papel atual e funcionalidade

Catarina Castro, Universidade de Lisboa, FCT (Portugal)

+ Ligaçons relacionadas:


PUBLICIDADE