Partilhar

Receita de bolinhos de bacalhau

45 minutos / 12 unidades

Ingredientes

  • 500 g de patacas
  • 350 g de bacalhau dessalgado
  • 1/2 cebola
  • 1 colher de farinha de trigo
  • 2 dentes de alho
  • pimenta negra moída
  • perexil fresco
  • 1 ovo
  • óleo de girassol para fritir

Passos

  • Começamos colocando o bacalhau dessalgado em umha pota e cobrimo-lo com abundante água. Pomos a pota ao lume e quando comece a ferver deixamos 15 minutos.
  • Quando o tenhamos cozinhado retiramos e reservamos. A seguir lavamos as patacas e cozemo-las na água onde cozemos o bacalhau, botamo-las inteiras e deixamos cozer uns 30 minutos, dependendo do tamanho. Passado este tempo podemos pica-las com um garfo e ver se estám moles, se é assim escorremo-las e passamo-las por água fria para nom nos queimarmos.
  • Enquanto arrefecem um pouco as patacas cortamos a cebola en dadinhos mui finos e com um chisco de aceite fritímo-la numha tixola. Botamos-lhe um pouco de sal e deixamos a lume brando até que se ponha transparente, depois engadimos o alho bem picadinho e continuamos refogando.
  • Destonamos as patacas e esmagamo-las bem com um garfo até ter umha espécie de puré.
  • Por outro lado, retiramos a pele e as espinhas do bacalhau e esfiamo-lo com dous garfos. Outra opçom que podemos fazer para esfiá-lo é colocá-lo num pano de cozinha limpo e amassá-lo com as mãos para que se desfaga de todo.
  •  Engadimos o bacalhau esfiado à tixola junto com a cebola e o alho e refogamos uns minutos, a continuaçom botamos-lhe o puré de pataca e seguimos remexendo. Incorporamos também a colher de farinha, peneirando-a para evitar que se formem bolos, e misturamos todo bem.
  • Apagamos o lume e picamos bem fininho umhas raminhas de perexil. Botamo-lo na frigideira junto com pimenta moída ao gosto e engadimos também o ovo inteiro. Integramos bem todos os ingredientes, bem com as mãos ou bem com duas colheres.
  • Sacamos a massa da frigideira para um prato e deixamos arrefecer um chisco, podemos fazê-la dum dia para o outro se preferirmos e deixá-la no frigorífico com um filme transparente para que esteja bem fria.
  • Para fazer os bolinhos molhamos um chisco as mãos com água e vamos apanhando anacos de massa com umha colher e formando bolas com as palmas até que estejam bem redondinhos.
  • Finalmente botamos num caço o óleo de girassol para friti-los, o suficiente para cobrir bem os bolos e que se cozinhem por toda a sua superfície. Quando o aceite esteja bem quente vamos botando-os aos poucos e fritindo-os até estarem douradinhos.
  • Colocamo-los sobre um papel absorvente para tirar o excesso de óleo e servimos bem quentes. Podemos botar-lhes por riba um pouqinho de sumo lima para dar-lhes mais sabor.

Podes encontrar esta receita, e muitas outras receitas deliciosas, no sítio web fogons.gal. Se gostas, podes segui-lo também no Facebook, Instagram e X. Bom proveito!

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”