Partilhar

Portuguese with Leo entrevista presidente da AGAL

O conhecido canal de youtube para a aprendizagem de português Portuguese with Leo entrevistou recentemente Eduardo Maragoto para explicar o reintegracionismo.

Com esse objetivo, para além de uma breve explicaçom inicial da tendência lusista, o responsável polo canal Leonardo Coelho vai perguntando ao entrevistado em relação aos traços gramaticais e fonéticos que teriam de ser mudados por uma pessoa portuguesa para deixar a sua língua completamente “galega”. No final do programa, o próprio Leonardo vai arriscar a ler à galega um texto escrito em português, com resultado mais do que satisfatório.

O canal Portuguese with Leo é muito usado nas aulas por docentes de português língua estrangeira e destaca por abordar a língua portuguesa e as suas variedades de forma muito descontraída e despreconceituosa, mas ao mesmo tempo séria. Quanto ao galego, sem ir mais longe, já lhe dedicou vários vídeos com Olaxonmario, já participou no Dígocho Eu e agora decidiu tratar diretamente o assunto do reintegracionismo, conduzindo um programa em que demonstra compreender bem o sentido desta tendência.

Outro canal em que participa Leonardo Coelho, junto com outros youtubers, é a Liga Românica, em que dialoga com outros falantes de línguas românicas, mostrando a proximidade e a distância entre elas num exercício muito útil para avançar na compreensão das línguas neolatinas.

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”