Partilhar

Nee Barros ganha o prémio Youtubeiro 2022

Na Gala que decorreu durante no sábado no Paço da Cultura da vila de Carvalho, foi-lhe entregado o prémio por ser “ser um referente do Youtube em galego, reunindo umha alta capacidade comunicativa, criativa e linguística”. Nee Barros, reintegracionista -foi a pessoa encarregada de conduzir o documentário da 1981, ano zero da língua, da AGAL-, também recebeu no ano 2022 o reconhecimento da fundaçom Meendinho.

A Gala Youtubeiras chega à sua sexta ediçom, e repartiu 7500 euros em prémios entre oito categorias, entre 22 criadoras propostas. E para além do Prémio a Neeumatiko, o júri escolheu as Histérikas Histórikas como prémio Youtubeiras Revelación. O premio Pioneiro foi para a jornalista científica Laura Veiga, com o seu canal de educaçom menstrual Pingando. O prémio do melhor canal, foi para Toxío, especializado em viagens. O melhor vídeo para Eduardita, de Piratas sen parche. O prémio Redes foi para A Lobeira Today, e na categoria de Qualidade Linguística ganhou Falemos do Reino de Galicia conduzido por Carlos Lixó. Finalmente, prémio do Público foi para Bembibre coas Tanxugueiras, de Xabi Gómez.

 Youtubeiras é umha iniciativa que pretende incentivar, consolidar e fortalecer a criaçom audiovisual em galego no youtube. Está organizada polos serviços de normalizaçom linguística dos concelhos da Banha, Carvalho, Ames, Moanha, Negreira, Ponte Vedra, Rianjo, Ribadeu, Rois, Santiago de Compostela, Teu e Ogrove, a Deputación da Coruña e as universidades da Corunha, Santiago de Compostela e Vigo.

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’

Novidades Através: 50 anos de Abril na Galiza

Lançamento do livro González-Millán, a projeção de um pensamento crítico, em Braga

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’