Partilhar

Marmelada caseira

Desde que compramos o marmeleiro, fazer marmelada em casa virou tradição! O marmeleiro ainda é pequeno, mas não imaginas que marmelos tem, até o ponto de ter que andar com cuidado para que seus galhos não quebrem. Pena que não tirei foto para mostrar, mas alguns pesavam até 660 gramas! (Em breve vou tirar uma foto do marmeleiro para vocês verem).
Então vamos ver como é feita essa deliciosa marmelada. Demora um pouco, mas vale muito a pena! Acima de tudo, se tiver oportunidade de a fazer com os seus próprios marmelos. Orgânica, caseira, saber o que contém e, o mais importante, super gostosa! Vamos lá!

Ingredientes:

  • uns bons marmelos da herdade 😉
  • açúcar

Preparação passo a passo:

  1. Limpe os marmelos e retire o caroço, mas não os descasque. Cortamos em pedaços e colocamos para cozinhar, deitando água até cobri-los.
  2. Deixe cozinhar por cerca de uma hora e um quarto, mexendo de vez em quando para não se colar no fundo.
  3. Depois de cozidos, passe os marmelos, previamente escorridos, pelo passa-puré.
  4. Ficaremos com uma espécie de puré, como o que você vê na foto a seguir.
  5. Agora é hora de pesar o purê. Nesse caso, o puré pesava 5 quilos.
  6. Leve novamente ao fogo e acrescente 800 gramas de açúcar para cada quilo de purê. Portanto, adicionamos 4 quilos de açúcar. (Este ano, pela primeira vez, adicionamos açúcar branco e um pouco de açúcar amarelo, o que lhe confere uma cor muito bonita). Deixaremos o marmelo cozinhar por uma hora e um quarto, ou até ver que a marmelada já se descola da pota. Importante! Não podemos parar de mexer! Então, se puder, peça ajuda a alguém da casa, e tente revezar ao mexer, para os braços não doerem muito. 😉
  7. Quando estiver pronta, transfira para um recipiente e deixe arrefecer. (Kukiconselho: se tiveres como pôr um peso à marmelada, ela ficará mais compacta e mais fácil de cortar.) Em qualquer caso, quando arrefecer terá uma excelente consistência para tomar com um queijo fresco, das Neves, San Simón, ou qualquer queijo galego saboroso! Espero que gostem desta receita tanto quanto eu gosto de fazer marmelada! Que prazer poder fazer receitas com os produtos da leira!

Podes encontrar esta receita, e muitas outras receitas deliciosas, no sítio web kukinhas.com. Se gostas, podes segui-la também no FacebookInstagram e X. Bom proveito!

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, no Festigal, o 25J em Compostela

Scarpaccia de cabacinha

Projeção e debate do filme O Diamante Galego na Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Santiago de Compostela

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, no Festigal, o 25J em Compostela