Partilhar

Livro de contos revela histórias de mulheres do interior paulista

Das cinzas à Rosa, segundo livro de Sabrina Sanfelice é uma homenagem emocionada a sua avó e à sensível força das mulheres

O lançamento de “Das cinzas à Rosa”(Editora Encruza), um livro de contos escrito por Sabrina Sanfelice, traz à tona as histórias cativantes de mulheres reais que viveram no interior do estado de São Paulo, Brasil.

Sabrina, também uma moradora dessas localidades, busca dar voz às mulheres que moldaram a história e contribuíram para a evolução do papel feminino nos dias de hoje.

Com uma abordagem sensível e emocionante, o livro envolve os leitores ao revelar um legado de força e superação.

Resgatando a voz das mulheres do passado

Em um mundo frequentemente marcado por julgamentos e submissões, Sabrina Sanfelice destaca a importância de dar voz às mulheres de gerações anteriores.

Ela explora histórias que foram propositalmente esquecidas ou ignoradas, revelando assim um universo oculto e de grande relevância.

A autora acredita que algumas das histórias mais significativas permanecem despercebidas e não valorizadas.

Traçando um panorama do interior paulista

O livro “Das cinzas à Rosa” aborda diferentes cenários e experiências vividas por mulheres no interior do estado de São Paulo.

O livro contou com o apoio do PROAC Editais, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do governo de São Paulo.

A obra nos transporta para a zona rural, pequenos centros urbanos, bancos de praças, canaviais, o mundo mágico do cinema e até mesmo para as dolorosas realidades enfrentadas por essas mulheres, incluindo clínicas de aborto clandestinas.

O livro retrata uma mistura de culturas e preconceitos enfrentados pelos imigrantes e suas comunidades, enquanto mapeia o cenário interiorano paulista.

Das cinzas à Rosa: uma homenagem eterna

O título do livro é uma homenagem à avó materna da autora, Rosa, uma contadora de histórias e uma figura à frente de seu tempo. Rosa foi criada apenas por mulheres em uma época em que as dificuldades para as mulheres eram ainda maiores.

Ela educou seus filhos em uma casa sem homens, fabricando sabão a partir de cinzas e lavando roupas para famílias abastadas. Além disso, a casa de Rosa se tornou uma pensão que acolheu artistas do circo-teatro que passavam pelo interior paulista. Sabrina sente a responsabilidade de contar essas histórias e inventar desfechos que continuem ecoando como possíveis verdades, em homenagem à sua avó.

Combinando prosa poética e uma abordagem sensível, “Das cinzas à Rosa” oferece uma visão profunda das vidas dessas mulheres, levando os leitores a um mergulho no tempo e na memória coletiva.

A autora

“Das cinzas à Rosa” é o segundo livro de Sabrina Sanfelice. Em 2014, lançou “Nós Vós Elas” (Editora Patuá). Nas duas obras a voz feminina se levanta para retratar e transformar o quotidiano e é onde a autora compartilha seu atual lugar no mundo e suas próprias transformações, ao mesmo tempo em que conecta as gerações futuras com esse legado de mulheres incríveis.

Sabrina é doutoranda em Ciências Sociais pela Unicamp, onde desenvolve sua pesquisa intitulada “Narrativas sobre a morte: do imaginário mnemônico ao viés fotográfico”, na linha de pesquisa Modos de conhecimento e suas Expressões: Experiências e Trajetórias. Possui mestrado em Multimeios pelo Instituto de Artes da Unicamp e é bacharel em Jornalismo.

A autora se dedica ao estudo e pesquisa da imagem, com foco especial na fotografia, explorando suas experimentações, hibridismos, narrativas visuais e biográficas. Seus estudos atuais abrangem temas como a morte, a memória e o imaginário, proporcionando uma abordagem única e sensível em suas obras literárias.

Além de sua atuação acadêmica, Sabrina também é professora universitária desde 2011, com experiência nas áreas de Comunicação e Artes. Sua trajetória artística inclui participação em diversas exposições, mostras, projeções e festivais internacionais de fotografia, consolidando sua presença como uma artista multifacetada.

Com uma paixão pela escrita, Sabrina escreve contos e poesias, com publicações tanto individuais quanto coletivas. Ela também está envolvida em projetos socioculturais significativos, como o Sarau da Dalva, o coletivo Encruzilhada Estrela Dalva e a Editora Encruza, onde contribui para a promoção da arte e da cultura em suas comunidades.

A autora Sabrina Sanfelice volta ao cenário literário com uma obra marcante, que traz uma perspectiva única e sensível de lembranças que emergem temas profundos e essenciais para a compreensão do feminino e, por isso mesmo, do humano.

Conheça os perfis da autora nas redes sociais

Instagram @editoraencruza

Facebook – https://www.facebook.com/sabrina.sanfelice

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’

Novidades Através: 50 anos de Abril na Galiza

Lançamento do livro González-Millán, a projeção de um pensamento crítico, em Braga

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’