Partilhar

Lançamento do livro “Gotas – Desde a terra até às nuvens” de Adela Figueroa Panisse

Vai ter lugar, no dia 7 de dezembro, às 18 horas, o lançamento do livro infantil “Gotas – Desde a terra até às nuvens” de Adela Clorinda Figueroa Panisse, no auditório da UCCLA. O livro é bilingue, português e espanhol, e inclui um CD de música.

Com a chancela da Editorial Novembro, o livro será apresentado por Kátia Casimiro. A obra tem ilustrações de Celsa Sánchez Vázquez.

O lançamento do livro será transmitido, em direto, através da página do Facebook da UCCLA em https://www.facebook.com/UniaodasCidadesCapitaisLinguaPortuguesa

Sinopse:
“Gotas, gotas de água limpa,
Desde o céu até ao mar.
Sobre a Terra a brincar
Para nos rios borbulhar.
Rola, rola, rola, rolando,
Umas às outras nos vamos juntando,
Grandes poças vamos formar.”

Assim as gotas de água giram na roda, que permite a vida na Terra como nós a conhecemos. Do mar para o ar e deste para as nuvens, que sabem devolvê-las à Terra para dar-lhe a vida. Queremos proteger a vida e dar-vos a conhecer como funciona o ciclo hidrológico. Cuidem do nosso planeta. É o nosso único lar.

Biografia da autora:
Adela Clorinda Figueroa Panisse é natural de Lugo, Galiza. “Criei-me entre as muralhas. Procurei olhar sempre para além dos muros, para descobrir a minha Terra, Galiza, o meu lar de vida e de criação.

Tive muito trabalho para me identificar e descobrir quem era entre as muitas maravilhas naturais que nela habitam, e para me proteger das amarguras do mundo. Ainda hoje continuo essa busca, sem fadiga e sem sossego, depois de 39 anos de profissão no ensino, na investigação sobre as origens da Vida e na Educação Ambiental.

Fruto desse trabalho de pesquisa nasceram livros, poesias, amizades e paisagens. Literatura infantil e juvenil, além de romances e contos de mulheres. Entre a Galiza e Portugal caminham a minha vida e a minha cultura. Confio na Educação Ambiental para consciencializar as crianças de hoje e os adultos de amanhã para a proteção da Vida e da Terra que habitam. O nosso lar comum é feito de Terra e de Água. O único que conhecemos, o nosso ninho, o nosso colo materno, a quem devemos abrigo e alimento”.

Biografia da ilustradora:
Celsa Sánchez Vázquez nasceu em Cesuras, Pontevedra, onde vive, na Galiza.

Desenvolveu a sua profissão como bióloga, enquanto professora na Universidade de Vigo e na Escola de Enfermagem de Pontevedra. Esta profissão está associada à sua predileção pela pintura e pelo desenho, permitindo-lhe desenvolver trabalhos lúdicos e didácticos, Pretende, através destas artes, transmitir valores de sustentabilidade do meio ambiente, de paz e de direitos humanos, assim como alertar para os problemas de saúde pública.

Participou em mais de 20 exposições pictóricas, individual e colectivamente. Apresentando obras com técnicas de óleo, acrílico e gravura.

Ilustra livros de contos, teatro infantil, poesia e romance, destinados a crianças e a mulheres.

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Crianças homenageiam Rosalia de Castro este sábado em Outeiro de Rei

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’