Partilhar

Jornadas “Galiza na lusofonia dos anos 20”, 3 e 4 de Novembro em Ponte Vedra

As jornadas fazem parte do projeto lusofonias.hub.gal, que desenvolve o estudo “A Deputación de Pontevedra e a acción exterior de Galicia” e organiza a Gala “A República dos sonhos” que decorrerá o próximo 16 de Dezembro.

Esta proposta nasce oito anos depois da aprovaçom da Lei Paz Andrade, e desenvolve-se ao abrigo dum convénio entre o IGADI e a Deputación de Pontevedra, ligado também à aprovaçom em março de 2021 da Lei de Acción Exterior e Cooperación ao Desenvolvemento de Galicia, assim como à entrada do Estado Espanhol na Comunidade de Países de Língua Portuguesa coma observador associado, no verao do 2021.
O IGADI é responsável polo Observatorio Galego da Lusofonía e a entidade experta de estudos internacionais no Consello de Acción Exterior da Xunta de Galicia (CAEX).
Para se inscrever é preciso escrever para info@gadi.gal

Quinta-feira 3 de novembro às 18:00, na Casa das Campás (Ponte Vedra)

“A Deputación e Galicia na lusofonía: Da Lei Paz Andrade (2014) á entrada de España na CPLP (2021)”
Daniel González Palau (Diretor IGADI)

“A dimensión económica da lusofonía e a CPLP para Galicia”
Diego Sande (Professor de Economia aplicada na USC)

“As relações Brasil-Espanha-Galiza”
Wesley Sa Teles Guerra (Consultor internacional e Coordinador OGALUS-IGADI)

“Negócios internacionais e afinidades culturais”
Enrique Sáez (Presidente da Fundación Juana de Vega e Consello Reitor IGADI)

Apresentam e moderam María Xosé Porteiro (Conselho Reitor do IGADI) e Carmen Villarino (USC-Rede Galabra).

Sexta-feira 4 de novembro

Mesa redonda “Galiza na lusofonia do S.XXI” com representes políticos, empresariais e jornalistas. Decorrerá sob a norma da Chatman House, para pensar mecanismos de dinamizaçom da Lei Paz Andrade assim como para a participaçom na CPLP.

O que é a norma da Chatman House e para que serve?
A Regra da Chatham House é um sistema para o desenvolvimento de debates sobre temas polémicos, o nome provém da sede do Instituto Real de Assuntos Internacionais, também conhecido como Casa de Chatham, onde a regra surgiu 1927.
A Regra estabelece que as pessoas assistentes a um seminário ou mesa redonda podem discutir os resultados do seminário com o mundo exterior, mas nom podem identificar quem assistiu nem sinalar o que disse umha pessoa específica.
A Regra de Chatham House foi desenvolvida para facilitar a discusom honesta de questões controvertidas na procura de soluções imaginativas e incluíntes.

Gala “A República dos sonhos” o 16 de dezembro

No 16 de dezembro decorrerá a Gala, com apresentaçom de Esther Estévez, fazendo um percorrido polo mundo cultural dos países que falam português. Contará com convidadas e espectáculos de música e teatro dos diferentes países.

Estudo “A Deputación de Pontevedra e a Acción Exterior de Galicia: Diagnose e Boas prácticas”

Este estudo está a definir, segundo o IGADI, um informe zero ou linha de base para conhecer os eixos tradicionais e atuais da Deputación de Pontevedra em matéria de acçom exterior e projeçom internacional do território, assim como as potencialidades da mesma nas suas relações com os Concelhos da província, com a Xunta da Galiza e com o Estado. Será apresentado no mês de dezembro.

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’

Novidades Através: 50 anos de Abril na Galiza

Lançamento do livro González-Millán, a projeção de um pensamento crítico, em Braga

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’