Partilhar

Inaugura-se exposição José Saramago: Voltar aos passos que foram dados 1922 – 2022

Hoje, sexta-feira, dia 2 de setembro, às 18.30h, será inaugurada, no Camões – Centro Cultural Português em Vigo, a exposição José Saramago. Voltar aos passos que foram dados 1922 -2022, produzida pela Fundação José Saramago no âmbito das comemorações do centenário do nascimento do escritor português.

A inauguração incluirá umas breves palavras da Responsável pelo Camões/CCP-Vigo, Dra. Célia Mendes, a que se seguirá um brinde de honra com vinho verde português.
Esta exposição estará patente nas instalações do Centro Camões de Vigo até ao dia 28 de setembro e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h. Posteriormente, a exposição estará disponível para itinerância pela Galiza.
No final de Viagem a Portugal, José Saramago diz-nos: “É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso
recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já”.

Com a exposição “Voltar aos passos que foram dados”, a Fundação José Saramago aceita o desafio do escritor e constrói uma mostra que faz uma “viagem” pela biografia literária de José Saramago. Deduz-se daí uma “narrativa” que nos leva a encontrar ou a reencontrar, em formato expositivo, as obras e o legado cultural e cívico de um grande escritor.
A exposição Voltar aos passos que foram dados tem um propósito de divulgação e de orientação pedagógica, permitindo um contacto de iniciação ou de revisão com a literatura e com o pensamento saramaguianos.

 

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, na Guarda

Sergio Rey, do IES de Cacheiras, ganha o “I Prêmio Escolar Internacional de Livros de Cordel”

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha