Partilhar

Fai um match com a língua no 25 de Julho

“Fai um match com a língua” é um modelo de encontros entre pessoas sócias da AGAL e não sócias que tem como missão atingir uma aproximação do reintegracionismo.

A AGAL recupera para o 25 de julho o  modelo de encontros organizado para o 17 de maio. Estes têm um formato speed dating. O speed dating é um evento de encontros rápidos de um máximo de três minutos. A associação recupera este formato e propõe que quatro sócios ou sócias dialoguem com outros quatro não sócios cara-a-cara. O objetivo é facilitarmos o encontro entre pessoas que nunca antes se viram e que muito provavelmente não se encontrariam de outra forma. Os participantes revezam de maneira que cada um deles fala com cada um dos sócios num tempo cronometrado, acabado esse tempo toca uma campainha e troca-se o par.

A ideia é proporcionar uma conversa descontraída e divertida em volta da língua. As pessoas associadas conseguirão responder com a sua própria experiência e conhecimentos as dúvidas sobre os fundamentos do reintegracionismo e as possibilidades que oferece. Por outra parte, também poderão ser eliminados preconceitos, dúvidas e falsos mitos sobre o movimento.

Para participar cumpre preencher  este formulário por forma a organizar-se melhor este evento.

Esta atividade faz parte do projeto “Novo ensino para o galego” subvencionado pola Deputación da Coruña.

Pontos de encontro:

Zona do Coreto na Alameda 10h30-12h30

Praça das Praterias 12h30-14h30

Zona Espaço Livro – Festigal 18h-20h

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”