Partilhar

Decorre quinta ediçom do programa de dinamizaçom linguística ‘21 días co galego e +’

Esta nova ediçom desenvolverá-se em 12 centros galegos entre o 24 de janeiro e o 13 de fevereiro, participarám 4.564 pessoas entre alunado, professorado e pessoal de administraçom e serviços, umha cifra que supera num 20% a do ano passado e que supõe a máxima participaçom nos cinco anos de trajetoria que suma esta iniciativa.

O lema escolhido para a campanha é Falando para un mundo mellor, e a partir desta proposta, alunas e lunos do último ciclo de Primaria, ESO, Bacharelato e FP intensificará voluntariamente a sua expresom em galego durante os 21 dias que funciona o programa.

Este processo fica recolhido no site 21diascogalegoemais.gal, o blogue online em que se centralizam os conteúdos da iniciativa, que mostrarán as criacións dos centros participantes, para além das redes sociais (tiktok, instagram, twitter e facebook)

21 días co galego e + também manterá colaboraçom externa com o programa Galicia por diante, da Rádio Galega, onde terá umha seçom diária de segundas a sextas, durante estas três semanas; e com o programa Dígocho eu!, da CRTVG, que terá encontros com o alunado dos 12 centros educativos.

21 días co galego e + também manterá colaboraçom externa com o programa Galicia por diante, da Rádio Galega, onde terá umha seçom diária de segundas a sextas, durante estas três semanas; e com o programa Dígocho eu!, da CRTVG, que terá encontros com o alunado dos 12 centros educativos.

Como novidade, este ano celebrara-se o I Encontro 21 Días co Galego e +, que reunirá a rapazada de todos os centros participantes o próximo 28 de fevereiro no Gaiás (Cidade da Cultura de Compostela) para compartir as suas experiências no programa.

Os centros participantes mudam cada ano e, por segundo ano consecutivo, som 12. Este curso 2022/23 o programa desenvolvera-se no IES Plurilingüe Rafael Dieste (A Corunha), IES de Melide (Melide), CPI Plurilingüe Virxe da Cela (Monfero) e CPR Divino Maestro (Compostela), no CPR Plurilingüe Sagrado Corazón de Xesús (Ribadeu) e IES María Sarmiento (Viveiro), no IES Nº1 do Carballiño (O Carvalhinho) e CPI Virxe dos Remedios (Castro Caldelas), no CPI Plurilingüe Alfonso VII (Caldas de Reis), CPI Plurilingüe Arquitecto Palacios (Nigrán), IES Aquis Celenis (Caldas de Reis) e IES A Basella (Vilanova de Arouça).

Esta iniciativa nasceu para estimular o uso do galego no alunado e aperfeiçoa-lo dentro e fora das aulas. Tem a sua origem numha experiência posta em marcha desde 2013 no IES da Póvoa do Caraminhal, da mao da professora Pilar Ponte. Desde o ano 2019 foi assumido pola Secretaría Xeral de Política Lingüística.

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’

Novidades Através: 50 anos de Abril na Galiza

Lançamento do livro González-Millán, a projeção de um pensamento crítico, em Braga

A Mesa tramitou mais de um milhar de expedientes em 2023

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

A USC comemora os 50 anos da revolução de 25 de Abril que deu início à democracia contemporânea em Portugal

Sónia Engroba: ‘Não somos conscientes nem conhecedores do poder da nossa própria língua’