Partilhar

Concerto da fadista portuguesa Vânia Leal no Centro Camões em Vigo

Exposições, teatro e música nas comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas durante o mês de junho.

As comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas terão início no dia 9 de junho, às 18h00, com a inauguração da exposição Portugal numa imagem. Portugal numa palavra, uma exposição coletiva que apresenta os trabalhos fotográficos dos 10 finalistas da edição de 2021 do concurso com o mesmo nome. Nesta ocasião, serão ainda anunciados os nomes das pessoas vencedoras da edição de 2022.

No dia 10 de junho, às 18h00, terá lugar a apresentação do projeto LIVROs, uma coleção de peças inéditas inspiradas em episódios bíblicos, de autoria de AMANDA, um coletivo das autoras/es e dramaturgas/os portuguesas/es: Ana Moreira, António Afonso Parra, Bruno dos Reis, Jorge Palinhos, Jorge Louraço Figueira, Marta Freitas, Rui Pina Coelho, com a participação da autora e dramaturga galega Vanesa Sotelo.

Para terminar, às 20h00, decorrerá o concerto da fadista portuguesa Vânia Leal, que será acompanhada por Márcio Silva na guitarra portuguesa e José Saraiva na guitarra clássica. 

No dia 21 de junho, às 16h00, será a inauguração da exposição Nem Malditos nem Marginais!, do artista plástico brasileiro Francisco Rogido.

Dia 21 de junho, às 16h00, será a inauguração da exposição Nem Malditos nem Marginais!, do artista plástico brasileiro Francisco Rogido.

Com estas obras, que foram desenvolvidas através de técnicas de gravura em xilogravura, monogravura e água forte, Francisco Rogido pretende prestar uma homenagem a um conjunto de escritores brasileiros, portugueses e galegos que são (ou foram em seu tempo) considerados marginalizados ou malditos.

A exposição estará patente até ao dia 15 de julho.

Depois da apresentação do primeiro esboço do espetáculo teatral Saramagações, que decorreu no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, o grupo de teatro amador Eu.Experimento vai estrear a obra completa no dia 18 de junho, às 20h00, na Sala Multiusos.

Baseada em textos de José Saramago, Saramagações é uma obra original que foi desenvolvida pelo Eu.Experimento e que contou com encenação de Afonso Becerra de Becerreá, director artístico do Eu.Experimento.

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, na Guarda

Sergio Rey, do IES de Cacheiras, ganha o “I Prêmio Escolar Internacional de Livros de Cordel”

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha