Chega a segunda peça teatral com preço especial para sócios e sócias da AGAL

Haverá um sorteio de bilhetes no Facebook da AGAL e o PGL



sorteio - teatro

Sorteio de cinco bilhetes no Facebook da AGAL e o PGL

O amor dos infelizes inaugurou a temporada de teatro galego e português programada polo Centro Dramático Galego em Compostela. O ciclo continua agora com Um Picasso, obra encenada pola Companhia do Teatro de Braga (CTB) no dia 11 de fevereiro (quarta-feira) às 20h30, no Salón Teatro.

A CTB achegará ao público um espetáculo dirigido polo brasileiro Eduardo Tolentino de Araújo, um dos diretores mais aplaudidos na cena paulista, e baseado num texto do estado-unidense Jefrrey Hatcher. Um Picasso inspira-se num incidente real: a detençom de Pablo Picasso em Paris, no ano 1941, pola polícia nazista.

As sócias e sócios da da AGAL poderám já desfrutar de um preço especial de 3 € graças ao acordo assinado entre a associaçom e a o CDG para a promoçom deste programa de teatro galego e português. Para terem a sua entrada reservada a preço especial deverám escrever a [email protected] antes do dia da funçom às 15:00h, indicando o seu nome e apelidos. Além, da fanpage da AGAL e o PGL no Facebook serám sorteados 5 bilhetes para assistir gratuitamente a esta obra.

‘Um Picasso’

Companhia do TeatroParis ocupada polos alemães. A Gestapo «quer» uma obra de Picasso para uma vernissage. Picasso, é levado para um bunker, onde conhece umha atraente loura que está ali em missom secreta: obter a autenticaçom de Picasso em, polo menos, um de três auto-retratos do artista. Pretende incluir Picasso numa vernissage com obras de Klee, Miró e Leger. Depois de uma apaixonante esgrima verbal entre o artista e a agente, Picasso acaba por assumir os três desenhos, de diferentes períodos da sua vida. Feliz pola missom cumprida e polo desenrolar da relaçom entre eles, Fraulein Ficher convida Picasso a sair dali com ela e o pintor indaga onde e quando ocorrerá a exposiçom. Pola resposta evasiva, percebe que se trata afinal de uma manifestaçom nazi onde se queimarám obras de «arte degenerada». A reaçom de Picasso é violenta, passando a negar a autenticidade dos desenhos, com a agente a exigir uma justificaçom mais plausível. Picasso satisfai com argumentos a exigência e deixa a loura sem o objetivo final da sua visita: umha obra autenticada.

Ficha técnica e artística

  • Autor: Jeffrey Hatcher. Traduçom: Brian Head. Encenaçom: Eduardo Tolentino de Araújo
  • Eelenco: Rui Madeira, Solange Sá
  • Espaço cénico: Eduardo Tolentino de Araújo
  • Figurinos: Manuela Bronze
  • Ambiente sonoro: Pedro Pinto
  • Criaçom vídeo: Frederico Bustorff
  • Desenho de luz: Antonio Simón
  • Design gráfico e fotografia: Paulo Nogueira
  • Diretor de montagem: Fernando Gomes
  • Técnico de som e vídeo: João Chelo
  • Técnico de operaçom de luz: Vicente Magalhães
  • Técnico de construçom e montagem: Alfredo Rosário
  • Costureira: Celeste Gomes
  • Duraçom aproximada: 60 minutos
  • Data: 11 de fevereiro de 2015, 20.30h
  • Lugar: Salón Teatro ­ Rua Nova, 34. 15704, Santiago de Compostela. Telefone: 981581111
  • Bilhetes à venda no Teatro Principal (de terça­-feira a sábado, de 18 a 21 h), ou no Salón Teatro, duas horas antes do começo da funçom. Espetáculo incluído dentro do Bono Teatro Galego.

Jeffrey Hatcher

Jeffrey Hatcher é um premiado dramaturgo e argumentista norte-americano que nasceu em 1958. As suas peças fôrom representadas na Broadway, no circuito off-Broadway e em teatros nacionais e estrangeiros. Entre elas destaca-se Compleat female stage beauty (1999), adaptada para o cinema, e Dr. Jekyll and Mr. Hide (2008), vencedora do Edgar Award para Melhor Peça. A Picasso foi escrita em 2005 e estreou no Manhattan Theatre Club e no mesmo ano foi encenada por John Tillinger.

 


PUBLICIDADE