Partilhar

Calhos veganos ou setas com garavanços

45 minutos / Para 4 pessoas

Se es dos que só comem os garavanços dos calhos, con esta receita vais lamber até o fundo do prato. Esta é umha versão vegana dos calhos em que sustituimos as tripas por cogumelos.

Ingredientes

  • 250 g de cogumelos portobello
  • 250 g de cogumelos shiitake
  • 500 ml de caldo de verduras
  • 400 g de garavanços cozidos
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola doce
  • 1 vaso de vinho branco
  • 1 tomate grande maduro
  • 1 colher de maicena
  • pemento doce moído
  • 1 caiena
  • cominho em pó
  • cúrcuma em pó
  • aceite
  • sal

Passos:

  1. Primeiro cortamos finamente a cebola junto com o alho e com uma pitada de azeite e sal fritamos em fogo baixo por alguns minutos.
  2. Depois juntamos o tomate descascado e cortado em quadradinhos e continuamos a refogar. Acrescentamos também o vinho branco e a pimenta caiena e deixamos em fogo lento mexendo de vez em quando por cerca de 20 minutos.
  3. Após este tempo, adicionamos uma colher de maicena e cozinhamos bem misturando com os legumes. Depois lavamos e cortamos os cogumelos não muito finos, juntamos e deixamos cozinhar um pouco enquanto mexemos.
  4. Acrescentamos uma colherinha de cúrcuma, uma colherinha de pimenta e duas ou três de cominho. Depois de adicionar os temperos, misturamos bem todos os ingredientes e botamos-lhe o caldo de legumes. Provamos o sal e retificamos se for necessário, podemos adicionar mais cominhos se quisermos.
  5. Quando o caldo começar a esquentar, acrescentamos os garavanços, misturamos e deixamos cozinhar tudo junto por cerca de 5 ou 10 minutos em fogo baixo.
  6. Por fim deixamos descansar um pouco e servimos bem quente.

Podes encontrar esta receita, e muitas outras receitas deliciosas, no sítio web fogons.gal. Se gostas, podes segui-lo também no Facebook, Instagram e X. Bom proveito!

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”