Partilhar

Bica de castanhas

10 comensais / Tempo de preparaçom: 10 minutos /Tempo de enfornado: 45 minutos

Ingredientes

  • 9 claras de ovo
  • 400 gramos de açúcar*
  • 210 gramos de farinha de castanhas
  • 150 gramos de farinha triga
  • 350 gramos de creme para montar
  • açúcar para espareger

*Nesta receita, eu usei 430 gramos de açúcar, a farinha de castanhas dá-lhe um toque doce que nom lhe dam as outras, polo que penso que uns 400 ham de lhe chegar bem. Porém, já sabeis que estas cousas de doce som muito de gostos, polo que o melhor é provar até dar com a versom que mais vos encha o olho, e o padal.

Prepaçom

  • Montamos o chantili e reservamos. Ponhemos o forno a aquecer a 180ºC.
  • Batemos as claras a ponto de neve junto com o açúcar.
  • Engadimos a farinha de castanhas e mais a farinha triga, misturando tudo com muito cuidado.
  • Botamos o chantili montado e misturamos com movimentos envolventes para que fique bem cremoso.
  • Forramos um molde retangular de 30 x 18 com papel de forno, botamos a massa da bica e esparegemos o açúcar.
  • Enfornamos durante uns 45 minutos a 180ºC ou até que um garfo cravado no centro saia limpo.

Se nom sodes capazes de a comer toda e tendes medo de que seque, podedes congelá-la. Aguenta muito bem e depois de congela-la, nom se lhe nota nadinha. Ainda que havendo larpeiros pola casa, nom há haver problemas desse tipo.

Podes encontrar esta receita, e muitas outras receitas deliciosas, no sítio web kukinhas.com. Se gostas, podes segui-la também no Facebook, Instagram e X. Bom proveito!

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Crianças homenageiam Rosalia de Castro este sábado em Outeiro de Rei

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’