Partilhar

Areias de Portonovo, uma jornada atlântica da Galiza ao Brasil

Romance de estreia de JC Petermann cativa leitores com sua história de imigração e resiliência.

“Areias de Portonovo” é o romance de estreia do jornalista, escritor e colaborador do Espaço Brasil, JC Petermann (José Carlos da Silva).

Depois de entrevistar grandes nomes da cultura brasileira, como Nara Vidal, Daíse Lima, Nilma Nascimento, Ivan Vilela, Laurentino Gomes, Cristovão Tezza, Rafa Carvalho, Alex Andrade, entre tantos outros; agora é a vez no nosso colaborador lançar seu livro.

Na obra, o autor mergulha nas profundezas da história e das emoções, narrando a jornada da família Rey desde a Galiza até o Brasil.

E essa estreia tem um sabor especial, pois terá uma edição em português e outra em espanhol, com uma extensa programação de lançamento em Buenos Aires, Argentina, entre os dias 24 e 29 de abril de 2024.

Na obra, o autor mergulha nas profundezas da história e das emoções, narrando a jornada da família Rey desde a Galiza até o Brasil.

Para esse evento, a Caravana Editorial, de Belo Horizonte, organizou a Caravana Buenos Aires, para levar os autores que foram traduzidos em espanhol para a reinauguração da Caburé Libros, braço portenho da editora para a América Latina.

A obra, após passar pelo crivo do Conselho Editorial da Caravana, foi produzida por uma equipe de peso no mercado editorial, com Leonardo Costaneto, como editor-chefe, a publisher Elaine Araújo Brito, imagem da capa do designer Sérgio Soares e diagramação cuidadosa de Ytana Mayanne.

O livro chega ao mercado latino-americano como “Arenas de Portonovo”, com tradução de Juan J. Uribe Balbín e revisão de Jose Osvaldo Nardi.

O livro

Areias de Portonovo é um tributo às famílias galegas e a todos os imigrantes que, corajosamente, saíram em busca de uma vida melhor nas Américas.

O romance histórico começa em 1926, quando a família Rey parte de Portonovo, Galiza, em direção ao Brasil, um destino comum para muitos galegos à época.

Ao cruzar o Atlântico, eles embarcam não apenas em uma viagem geográfica, mas também em uma jornada de autodescoberta e adaptação.

A família galega vai se estabelecer em Sorocaba, cidade em pleno crescimento industrial e urbano, no interior de São Paulo, e se depara com um mosaico multicultural, de diferentes nacionalidades que se entrelaçam em busca de uma vida melhor.

Um passeio pela História

Areias de Portonovo não apenas retrata a saga da família Rey, mas também captura a essência da vida cotidiana na pequena vila de Santa Maria, onde a solidariedade e a amizade transcendem barreiras linguísticas e culturais.

Ao longo do século 20, acompanhamos Brandan, Virxinia, Soidade, Paio e seus amigos enfrentando os desafios não apenas do Brasil, mas também da Espanha, tendo fatos como os turbulentos anos da Era Vargas e o golpe militar de 1964, assim como Guerra Civil Espanhola lançando sombras sobre suas vidas.

A sensibilidade com que Petermann retrata essas experiências históricas cativa o leitor. Com sua narrativa envolvente e detalhada transporta o leitor para uma época marcada por grandes transformações sociais e políticas.

“Areias de Portonovo não é apenas uma história de imigração; é uma celebração da resiliência humana e do poder do espírito comunitário”, explica Petermann.

O lançamento do livro em português e espanhol reflete a abrangência da obra e sua capacidade de ressoar com diferentes públicos.

A escolha de Buenos Aires como local para o lançamento coletivo é especialmente significativa, além de marcar a reinauguração da Caburé Libros com o lançamento coletivo de autores brasileiros, destaca o papel histórico da cidade como um refúgio para os galegos e outros imigrantes.

“Agora quero encontrar formas de lançar o livro na Galiza, Portugal e também nos países “de habla hispana” e chegar ao maior número de pessoas que puder”, reflete o autor.

O Autor

JC Petermann | foto de Giancarlo Giannelli

JC Petermann, com sua formação em Letras Português-Espanhol e sua experiência como jornalista e colaborador do Portal Galego da Língua, há mais de 15 anos, traz uma autenticidade única à obra.

Foi idealizador e diretor do Festival Internacional Entreculturas(2013), produtor cultural em edições do “Papos de Versos”(Editora Encruza e SESC), foi o vencedor do 5º Concurso de microcontos “Lebu em pocas palabras”(Chile, 2017), e selecionado para a Antologia “O som da chuva” (Editora Tenha Livros, 2022).
“Areias de Portonovo” é uma obra de estreia envolvente, que cativa o leitor desde a primeira página. Com sua diversidade de personagens e eventos históricos, o livro é uma poderosa reflexão sobre as complexidades da experiência humana e a busca por um lugar que possamos chamar de lar.

Lançamento em Buenos Aires

Apresentação de “Areias de Portonovo” – “Arenas de Portono”
Data: 26 de abril de 2024 – 11 horas
Local: Caburé Libros – México, 620 – C1097 AAN, Cdad. Autónoma de Buenos Aires
Redes Sociais: Instagram: @areiasdeportonovo @jcpetermann @caravanaEditorial

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, na Guarda

Sergio Rey, do IES de Cacheiras, ganha o “I Prêmio Escolar Internacional de Livros de Cordel”

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha