Partilhar

A Agal lança novo curso de formação on-line de português em nível A2

O curso Aterragem na língua portuguesa é de iniciação, com nível A2 e desenvolver-se-á online. Está dividido em 4 unidades, onde são fornecidas informações lexicais, gramaticais, fonéticas e ortográficas construir textos, orais ou escritos, em português de Portugal.

A docente é Irene López Batalha, doutoranda em Estudos da Literatura e da Cultura, especializada em literatura marginal-periférica brasileira, na Universidade de Santiago de Compostela. Possui graduação em Línguas e Literaturas Modernas, também pela USC, e realizou um estágio no âmbito do programa Erasmus+ na Universidade do Minho (Braga, Portugal). Além disso, é mestre em Estudos da Literatura e da Cultura e atua como professora de EOI.

Para se inscrever cumpre escrever para cursos@a.gal e o período de inscrição, que acaba de abrir, finaliza no dia 5 de novembro ou até completar as 50 vagas disponíveis.

O curso tem uma duração de 40 horas e decorrerá de 6 de novembro (data de início) até 21 de novembro (data de fim).

Está dividido em 4 módulos de conteúdos mais um módulo zero. O módulo 4 inclui uma atividade de encerramento com coavaliação e um fórum de despedida. O preço é de 40€ e de 30€ para pessoas sócias da AGAL.

Sendo um curso de A2, não é preciso ter nenhum domínio prévio sobre a língua. O curso está idealizado para aprendentes da Galiza.
Os meios técnicos necessários são:

  • Conexão a Internet para aceder ao MOODLE.
  • Dispor de um navegador atualizado.
  • Telemóvel e microfone para a gravação das tarefas de produção oral.

A língua é uma das grandes mais-valias da sociedade galega e, no entanto, tão pouco considerada e mal aproveitada. A língua portuguesa, sexta em número de falantes e a mais falada do hemisfério sul, nasceu no Reino da Galiza, portanto num território que inclui a atual Galiza e o norte de Portugal. Esta vantagem deveria ser aproveitada e desenvolvida em grande escala, por exemplo, em termos de formação. A Agal já tem ajudado neste processo com os ateliês Ops, para o ensino secundário, o site A Nossa Galáxia ou com livros de consulta linguística.

Toda a informação está disponível na janela Viagem Interestelar do site A nossa Galáxia. E para resolver qualquer dúvida a respeito está disponível o email cursos@a.gal.

Para formalizar a inscrição cumpre fazer o pagamento e criar uma conta aqui: https://falarmos.gal

Carme Saborido: “A leitura continuada pode ser um impulso para mais pessoas fazerem outro tipo de consumo cultural que considere a lusofonia como um meio para atingir um fim: viver em galego”

A poesia de Rosalía e Luz Pozo em japonês

Alcachofras assadas

Alexandre Banhos: “A Lei Paz-Andrade é absolutamente desconhecida da administração galega, deu pouco de sim, poderia vir a dar no futuro”

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Carme Saborido: “A leitura continuada pode ser um impulso para mais pessoas fazerem outro tipo de consumo cultural que considere a lusofonia como um meio para atingir um fim: viver em galego”

A poesia de Rosalía e Luz Pozo em japonês

Alcachofras assadas

Alexandre Banhos: “A Lei Paz-Andrade é absolutamente desconhecida da administração galega, deu pouco de sim, poderia vir a dar no futuro”