Partilhar

Situação do ensino do Português na Gz artigo no CIG-informa

CIG-informa publica texto sobre a situação do ensino de português na Galiza relativamente à ESO e ao bacharelato. Situação que se revela, apesar da Lei para o aproveitamento da língua portuguesa e vínculos com a lusofonia, muito pobre, nomeadamente em contraste com as políticas do governo da Estremadura.
cig-informa
No Comunicado dão-se razões para uma aposta decidida no progresso da língua portuguesa no ensino, não apenas polo facto de ser uma das línguas mais faladas no mundo, mas porque fortalece a língua da Galiza e precisa muito menos investimento que outras línguas.

A CIG demanda que exista oferta de português em todos os centros, apoio à formação do professorado e uma avaliação anual da Lei, encorajando os afiliados da CIG-ensino a pedirem a oferta de português no seu centro.

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, no Festigal, o 25J em Compostela

Scarpaccia de cabacinha

Antonio de la Iglesia: Um polímata reintegracionista

Mercedes Rosón: “Nélida Piñon gera muito interesse, pola sua obra e polo seu vínculo com o nosso país, porque ela é também nossa’

Diego Garcia apresenta o seu primeiro conto no Concelho de A Mezquita o próximo 5 de agosto

Antônio Torres: “Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas que espontaneamente se apresentaram para participar da Leitura Continuada, como o presidente da Academia Carioca de Letras, Sérgio Fonta, a escritora Lilian Fontes, a atriz Beth Goulart”