Partilhar

Música para Celebrar os 12 Anos da Eurocidade Tui-Valença

Uma centena de músicos, de quatro grupos valencianos e tudenses, irão oferecer um concerto no Teatro Municipal, no sábado, dia 10 de fevereiro.

A Eurocidade Tui-Valença celebra o seu décimo segundo aniversário, no próximo sábado, 10 de fevereiro, pelas 20h00, no Teatro Municipal de Tui, num concerto de quatro grupos valencianos de Tudenses.

Concretamente, participarão neste evento uma centena de músicos pertencentes ao Conservatório Profissional de Música de Tui, à Academia de Música da Fortaleza de Valença, à Associação Musical de São Pedro da Torre e à Banda de Música Popular de Tui. Na sua atuação farão um percurso musical pelas canções mais conhecidas da Galiza e de Portugal.

Especificamente, o repertório a ser interpretado será Balada Galega, de Juan Montes; Reflexões de Paisagem e Balada de Outono, de Bernardo Lima; Alborada Galega, de Pascual Vega; Grândola, Vila Morena, de Zeca Afonso; Uma Casa Portuguesa, com arranjos de Amílcar Morais; Quatro temas galegos, de Manuel Mª Veiga; Canções tradicionais de Luís Cardoso; Que Viva Tui, de José A. Vega Paradis; e Havemos de ir a Viana, com arranjos de Álvaro de Sousa.

O repertório a ser interpretado será Balada Galega, de Juan Montes; Reflexões de Paisagem e Balada de Outono, de Bernardo Lima; Alborada Galega, de Pascual Vega; Grândola, Vila Morena, de Zeca Afonso; Uma Casa Portuguesa, com arranjos de Amílcar Morais; Quatro temas galegos, de Manuel Mª Veiga; Canções tradicionais de Luís Cardoso; Que Viva Tui, de José A. Vega Paradis; e Havemos de ir a Viana, com arranjos de Álvaro de Sousa.

Desta forma, o intercâmbio musical que se realiza todos os dias na Eurocidade com músicos e músicas valencianas que estudam em Tui e músicas Tudenses que estudam em Valença, ou que fazem parte de um grupo do outro lado do Rio Minho, irá refletir-se em palco.

Assim, a música continua a construir pontes entre Valença e Tui.

A entrada para o concerto é gratuita mas limitada à lotação do Teatro. Pode adquirir, no máximo, duas entradas por pessoa. A bilheteira abre uma hora antes do início do espetáculo.

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Crianças homenageiam Rosalia de Castro este sábado em Outeiro de Rei

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’