Grande êxito do documentário “De Carballo a Carvalho”



docu-2No passado dia 15 de maio tivo lugar a estreia do novo documentário da Associaçom Galega da Língua (AGAL) na Televisión de Galicia para desfrute de todas as pessoas que assistem o canal público da Galiza. O filme estivo durante vários dias entre os cinco programas mais vístos da televisom autonómica, chegando a estar situado em segundo lugar.

A curtametragem, “De Carballo a Carvalho. Percurso pola vida e obra de Carvalho Calero”, foi realizado para a AGAL por Aser Álvarez de Arraianos Producións com marcado carácter divulgativo e fins pedagógicos. Devido à situação de emêrgencia sanitária, o seu lançamento no Teatro Colón da Corunha, previsto inicialmente para o 17 de maio, foi adiado para o mês de outubro.

Este filme pretende dar continuidade ao caminho iniciado em 2015 na área audiovisual com a peça “Decreto Filgueira”, de modo a completar a visão e propostas de Carvalho Calero sobre a língua. O Parlamento da Galiza serve de cenário para as diferentes leituras da obra de Don Ricardo que apresentam Eduardo Margoto, Vítor Freixanes, Darío Villanueva, Pilar García Negro, Martinho Montero, Enrique Rabuñal, junto com discípulas como Araceli Herrero e Elvira Souto que, para esta ocasião, ocupam a secretária do próprio homenageado.

A vida de Ricardo Carvalho Calero nom foi fácil, mas também nos mostra um exemplo de superação que vai acabar forjando um dos intelectuais mais influentes do século XX. Talvez fosse a morte de sua mãe quando ainda era um neno o que adiantou a sua madurez de uma forma que hoje nos parece inacreditável, convertendo-se num prestigioso escritor antes dos vinte anos. A guerra civil colocou-no no lado perdedor, na prisão, depois da qual sofreria um longo ostracismo. Mas também disto se vingou Carvalho, começando a escrever precisamente nessa época uma monumental obra crítica literária e lingüística. A partir de 1975 começa a defender o reintegracionismo lingüístico, o que o levou a ficar afastado do mundo académico oficial que até esse momento tanto o aplaudira. 30 anos depois, chegou o perdão.

Este documentário forma parte duma iniciativa da AGAL, o projeto Carvalho 2020, subvencionado pela Deputación da Coruña em concorrência competitiva. A fita, que conta também com o apoio da Conselleria de Cultura e Turismo da Xunta, está disponível desde o passado mês no YouTube e Vimeo da Através Produtora, e no próprio site carvalho2020.gal junto com materias didáticos que servem de apoio para a aprofundar no conhecimento da figura do homenageado das letras galegas deste ano.

Este é o trailer:

Ficha Técnica:

Realização e roteiro: Aser Álvarez

Gravação e edição: Xosé Roi Martinez

Montagem: Laura Yáñez Bastos

Trilha sonora original: Moisés Quintas

Grafismo: Xosé Roi Mart

Produção: Arraianos Producións


PUBLICIDADE