Anúncio realizado no Seminário da AGLP, do qual já existe vídeo-resumo

Governo galego participa em reunião do Instituto Internacional da Língua Portuguesa

Academia Galega da Língua Portuguesa incorporou como novos membros Maria Dovigo e Mário Herrero



Valentín García Gómez

Valentín García Gómez, secretário-geral de Política Linguística da Junta, durante o seminário organizado pela AGLP

O secretário-geral de Política Linguística do Governo galego, Valentín García, informou da participação da Junta da Galiza numa reunião do IILP, Instituto Internacional da Língua Portuguesa, por convite do seu diretor executivo, o Dr. Gilvan Müller de Oliveira. O anúncio produziu-se durante o Seminário A Lei Paz-Andrade e as Políticas de Língua, organizado pela Academia Galega da Língua Portuguesa o dia 26 de junho, em Santiago de Compostela.

A Junta da Galiza enviou duas técnicas da Conselharia de Educação à III Reunião Técnica do PPPLE / LNM (Portal do Professor de Português Língua Estrangeira) / Língua Não Materna, que teve lugar os dias 23 e 24 de junho, na sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, em Lisboa, sendo a primeira vez que o governo galego assiste formalmente a uma reunião desse organismo internacional encarregado de coordenar as políticas da língua comum.

A Academia Galega da Língua Portuguesa, que facilitou os contactos entre o Governo Autónomo Galego e o IILP, participou também na reunião, estando representada pela académica Maria Dovigo, manifestando com antecedência a sua disposição para “acompanhar e assessorar” a representação oficial da Galiza.

A presença galega nessa reunião do IILP – Instituto Internacional da Língua Portuguesa, junto dos representantes dos outros países de língua portuguesa, teve o caráter de observadora, e está diretamente relacionada com a aprovação da Lei Paz-Andrade pelo Parlamento Galego, que implica o desenvolvimento do ensino do português, a integração da Galiza em organismos internacionais do âmbito lusófono, e a promoção de colaborações no âmbito da comunicação social.

Novos académicos

AGLPComo referido, a AGLP esteve representada pela professora Maria Dovigo, sócia da Associação pró-Academia da Língua Portuguesa e, desde 28 de junho, nova académica da instituição. Na mesma data a Academia Galega teve uma outra incorporação, a do tradutor, escritor e investigador Mário Herrero.

Maria Seoane Dovigo nasceu na Corunha em 1972. É Licenciada em Filologia Hispânica pela Universidade da Corunha, onde seguiu também os cursos de doutoramento. É autora de diversos trabalhos de divulgação da língua e a cultura da Galiza em Portugal. Desde 2000 reside em Portugal, onde exerce como docente de Ensino Médio. Participa habitualmente como oradora em diversos eventos de caráter lusófono e ostenta a delegação da AGLP em Lisboa.

Mário Herrero Valeiro nasceu na Corunha em 1968. É Licenciado em Filologia Hispânica pela Universidade de Santiago de Compostela e Doutor pela Universidade da Corunha. É autor de vários livros de poesia: No limiar do silêncio. Poemas da estrangeirice, Ed. Espiral Maior, 1999;Cartografia da Atrocidade, Lisboa, Edições Tema, 2001; Outra vida (22 poemas, uma confissão e um esclarecimento), Através Editora, 2013. No campo da sua especialidade como linguista e investigador, publicou numerosos trabalhos sobre temas de sociolinguística galega, entre os quais se deve destacar o livro Guerra de grafias, conflito de elites, Através Editora, 2011.

Vídeo-resumo do seminário

Como indicado, o anúncio de Valentín García produziu-se no Seminário organizado pela AGLP. Precisamente, nestes dias a Academia Galega divulgou na internet um vídeo-resumo desta jornada.


PUBLICIDADE

  • Adrián Magro

    Sabem de quê portal está a falar a senhora Edleise Mendes? Obrigado.

  • Ângelo Cristóvão