Exposiçom itinerante iFala encerra percurso em Compostela



Ao amparo da declaraçom do Parlamento da Galiza, em 29 de abril de 2015, que por iniciativa de ORA GALEGA—COMITÉ PRO CENTENARIO DAS IRMANDADES DA FALA, aprovou por unanimidade de todos os grupos políticos presentes na cámara a resoluçom instando «a Xunta de Galicia para que o vindeiro 2016 sexa declarado oficialmente Ano das Irmandades da Fala, estabeleza un programa de actividades conducentes a divulgar en toda a sociedade galega o coñecemento do encomiable labor desta organización, animada polo propósito de traballar pola consecución dunha Galicia máis culta, libre, xusta e comprometida consigo mesma, e dote dos fondos necesarios os organismos encargados de levar a cabo ese programa», ORA GALEGA está levando a efeito diferentes projectos.

O que aqui se refere consiste num evento itinerante que se celebrou, de modo consecutivo e a partir do dia 21 de maio, e finaliza em 9 julho de 2016 em Santiago de Compostela, ao longo de centenas de quilómetros.

itinerarioifala

Tal evento itinerante encerra-se na capital da Galiza e estará constituído polas seguintes atividades –todas em volta da presença do autocarro iFala de dous andares na Pr. do Obradoiro, durante todo o dia 9 de Julho de 2016 (10h00 a 22h00):

a) visitas guiadas à Exposiçom sobre as Irmandades da Fala dentro do autocarro, com possibilidade de visitas discricionais fora das marcadas (a Exposiçom permanece aberta todo o dia e o público pode entrar em todo momento)

b) visionado contínuo de vídeos, música –tema dos Poetarras especificamente composto para a Exposiçom– e documentários que contextualizam-atualizam o Centenário;

c) possibilidade de instalar a aplicaçom iFala nos TMs dos visistantes, a partir de iPad ou Tablet presentes no autocarro;

d) oferta de livros e recolha de presentes comemorativos da Exposiçom

e) música ao vivo com atuaçom de Habelas Hainas;

f) performances teatrais representando/ atualizando personagens das Irmandades: Tero Rodríguez encenando “Maria Miramontes desde além” (texto de Inácio)

Mais dados na web http://ifala.gal


PUBLICIDADE

  • TerraBeirã

    Esses da iFala são isolatras?