AICL, 21 e 24 de abril - Montalegre

Colóquios da Lusofonia na sua 25ª edição



coloquiosMontalegre vai acolher, pela primeira vez, entre 21 e 24 de abril a AICL (e os Colóquios da Lusofonia na sua 25ª edição), com patrocínio da Câmara Municipal e apoios da SATA, Governo Regional (Secretaria Regional da Cultura, Secretaria Regional das Comunidades, Secretaria Regional de Turismo, Direção Regional do Ambiente e Mar), UTAD e Tertúlia João Araújo Correia.

 Os convidados de honra deste Colóquio são o Prémio Nobel da Paz 1996, Dom Ximenes Belo, que fará a apresentação do seu novo livro Um missionário açoriano em Timor editado com apoio AICL, e o Dramaturgo Norberto Ávila, cuja vasta obra será lembrada com a representação de uma peça de Álamo Oliveira.

 Vários autores deslocam-se a Montalegre para divulgar a pujante literatura de matriz açoriana (ex.º Brites Araújo, Carolina Cordeiro, Norberto Ávila, Pedro Paulo Câmara) que tem sido promovida pelos Colóquios desde 2006, com várias incitativas como os Cadernos de Estudos Açorianos, a tradução de obras para sete línguas, e a publicação de várias antologias, destinadas ao currículo escolar.

Neste colóquio abordam-se três temas genéricos: Lusofonia e Língua Portuguesa, Açorianidades e Tradutologia. Será firmado um Convénio com o Observatório da Língua Portuguesa.

Com mais de sete dezenas de participantes, este Colóquio tem várias sessões especiais: uma das 3 Academias de Letras, uma sessão dedicada à Academia Galega da Língua Portuguesa, uma da UTAD, uma dedicada a Bento da Cruz, outra da Tertúlia João Araújo Correia e duas da Açorianidade, para as quais foram selecionadas várias personalidades de vulto esperando-se uma forte interligação entre académicos, escritores, professores e alunos.

Haverá – para além das sessões científicas – 2 apresentações literárias de livros sobre Timor-Leste; 3 recitais de Poesia; 2 recitais do Cancioneiro Açoriano e de poetas açorianos musicados pela maestrina Ana Paula Andrade, ao piano, acompanhada ao violino por Carolina Constância (Conservatório Regional de Ponta Delgada); Teatro da UTAD, e atuações do Grupo de Cantares da Galiza “Terra Morena” (em homenagem ao 25 de abril); Gaiteiros, Rancho da Venda Nova e grupo Filarmonia.

Nos intervalos serão visionados vídeos sobre as 9 ilhas dos Açores.

As 17 regiões e países representados são: Alemanha, Açores, Austrália, Bangladeche, Bélgica, Brasil, Canadá, França, Galiza, Goa, Índia, Itália, Luxemburgo, Malaca, Portugal, Macau, e Timor-Leste, incluindo 10 representantes de três academias de língua portuguesa e 13 universidades e politécnicos.

Todas as sessões (palestras e sessões culturais) são gratuitas e abertas ao público. Os almoços, jantares e passeios são reservados aos inscritos oficiais.

De notar que este Colóquio ostenta pela segunda vez a prestigiada logomarca Açores.

Todas as informações na página do Colóquio.

 

 


PUBLICIDADE