Festa do 17… que se fai o dezassete!

A Gentalha do Pichel celebra 15 anos a defender a língua com a celebraçom duma festa na praça 8 de Março



festa do 17 que se fai o dezassete gentalha

Esta sexta-feira 17 de Maio, o centro social compostelão da Gentalha do Pichel organiza a sua tradicional Festa do 17 com o galho do Dia das Letras. Após 15 anos de percurso, esta jornada em defesa da língua será celebrada no próprio dia 17 com um programa reivindicativo que inclui música, arte e baile. “Há quinze ano criávamos umha associaçom cultural primeiro e um C.S. um ano depois com a convicçom da necessidade de fazer parte do tecido associativo da cidade, com a vontade de construir um projecto que respondesse a necessidade de descobrir, difundir e defender umha forma de ver a vida, a cultura e o ócio, que falasse desde nós e para nós”, explicam desde a organizaçom.

A praça 8 de Março será o cenário da festa, que começará já desde as 11 horas com uma feira de criadoras. Às 14 horas, a sessom vermú será amenizada pelo duo feminino Vudú, integrado por Belém Tajes e Maritxinha para oferecer o público um petisco musical que mistura a tradiçom galega com armonias Soul e R&B. Esta será a prévia para o grande jantar popular organizado para as 15 horas, que contará também com uma sessom sobremesa.

No início da tarde, e como já é tradicional, a praça do Pam gozará com a foliada de fim de curso das aulas de baile e música popular do centro social. Será às 17.30 horas, abrindo apetito para os grandes concertos da noitinha, que começarám às 20 horas. Lagháchema –ganhadora do terceiro certame de bandas emergentes Eclosom–, Cuarta Xusta, Sacha na Horta, Karabogaz e RUXE RUXE porám música, ritmo e divertimento a um Dia das Letras que durará até bem entrada a noite.

Além deste programa de atividades, a Gentalha do Pichel venderá material do centro social com legendas e desenhos dos últimos cartazes da festa. Também será possível comprar rifas para o sorteio dum jantar para três pessoas no restaurante Entre Pedras.


PUBLICIDADE