Contos de terror e narrativas de galegos



terrorEu e o escritor fluminense Luciano Barreto podemos nos orgulhar de que, apesar de toda nossa despretensão, editamos, na internet, um dos sítios mais lidos e visitados em língua portuguesa quando o foco do leitor é a literatura fantástica.

O sítio Contos de Terror abriga em suas páginas narrativas de ficção científica, terror e horror, além de contos fantásticos e insólitos. Recebe contribuições de autores e tradutores de vários países e nacionalidades, amadores e profissionais. Ao lado da colaboração de leitores e convidados, há uma seção específica para a publicação de contos clássicos, de renomados autores, a exemplo de Edgar Allan Poe, H. P. Lovecraft, Guy de Maupassant, Canon Doyle e muitos outros.

Com mais de dez anos de estrada, o sítio talvez seja pioneiro em receber, para além dos lindes galegos, frequentes contributos de autoras e autores galegos que escrevem em sua língua pátria, mas observando as regas da AGAL e, mais recentemente, do Acordo Ortográfico de 1990.

Os contos de origem galega têm sido muito bem recebidos pelos leitores do sítio, em sua maioria brasileiros e portugueses. As narrativas somam vários milhares de leitura. Jamais houve qualquer estranheza em razão do fato de escreverem os autores em seu habitual galego, conservando, pois, como é natural, as idiossincrasias locais.  Ao contrário, as contribuições têm sido muito bem avaliadas.

O primeiro autor a aportar em nossos mares terríficos foi o escritor José Manuel Nunes Vilar, com o breve conto “Aniversário duma Antiga Morte”, uma história de suspense e morte. Depois vieram, do mesmo autor, “A Flecha Preta de Eros”, inspirada na lírica medieval galega e “O Galo Manolo”, narrativa insólita, kafkiana, na qual nos é dado a conhecer o triste destino de um galo que, não contente em possuir o dom da fala, torna-se um intelectual politicamente engajado…

De Adela Figueroa publicamos “Amarelinha”, conto fantástico que aborda a África e o poder dos orixás, e “O Velho da Pena Patela”, que alude a uma das mais macabras tradições galegas: a Santa Companha.

Mágica a Galiza, fenômenos e aparições espectrais fazem a sua indispensável presença no sítio:  nos contos “A Vivenda dos Berros” de Erik Barrio e “A canção de Embalar”, de Ángeles Pacho, espíritos agônicos habitam casas mal-assombradas, aterrorizando os moradores; na narrativa “Maria de Velhe”, de José Manuel Barbosa, uma jovem mulher passa por uma experiência fantasmagórica arrepiante.

A ficção científica faz-se presente no conto “Rosas de Amdete”, de Ângelo Brea: a humanidade importa, do longínquo exoplaneta Amdete, uma planta miraculosa… Mas algo de terrível e aniquilador passa despercebido aos cientistas…

Justamente porque maravilhosamente acolhidos pelos leitores do sítio Contos de Terror, alguns dos contributos galegos estão agora reunidos na coletânea “Contos Fantásticos Galegos”, publicada em e-livro por Edições TRIUMVIRATUS, e-editora especializada na publicação de clássicos da literatura fantástica. A coletânea pode ser gratuitamente descarregada nos seguintes formatos: epub, mobi e pdf.

Conquanto o sítio Contos de Terror tenha publicado e divulgado, para o Brasil e mundo lusófono, autores e autoras da Galiza, nunca é demais acolher novos escritores dedicados ao fantástico e à ficção científica. Para o sítio, será um grande prazer difundir outros talentos galegos. Estes certamente seduzirão não apenas leitores brasileiros, mas todos aqueles que compartilham o maravilhoso dom de interagir em galego-português. Fica, pois, o convite.

Paulo Soriano

Paulo Soriano

Natural de Itabuna, Estado da Bahia, Brasil, é tradutor e contista amador. Reside em Salvador/BA, onde exerce a advocacia pública. Na Galiza, organizou as seguintes antologias: Mestres do Terror (Santiago de Compostela, 2010) e A Voz dos Mundos (Compostela, 2015), esta última em colaboração com o ensaísta Valentim Fagim.Mantém na internet o sítio Contos de Terror (http://www.contosdeterror.site) e Litteratus (https://www.litteratus.site/). É editor de Edições Virtuais TRUMVITATUS (http://triumviratus.weebly.com/).
Paulo Soriano

Latest posts by Paulo Soriano (see all)


PUBLICIDADE

  • jot

    Obrigado pela coletânea, Paulo!

    • Paulo Soriano

      Não há de quê. Foi uma honra e um prazer publicá-la.