‘Café 1932’: Comissom de História da Gentalha conversa com Marcos Calveiro sobre ‘Fontán’



Marcos Calveiro

Marcos Calveiro

Na Gentalha do Pichel, em Santiago de Compostela, estám de estreia. A sua Comissom de História realizou o primeiro do que esperam seja uma longa listagem de programas arredor de figuras, feitos e património galego.

A primeira conversa do programa chama-se ‘Café 1932’ e está gravado na Rádio Kalimera. Correu da mao de Helena Carro e André Seoane e tivo como invitado de luxo a Marcos Calveiro, escritor agora também metido a taberneiro.

Calveiro é o último ganhador do Premio Narrativa Breve Repsol pola sua obra Fontán (Ed. Galaxia, 2015), um romance que conta a vida de Domingos Fontám, científico ilustrado do século XIX mais conhecido por elaborar a Carta Geométrica da Galiza, o primeiro mapa científico do nosso país.

Durante quase uma hora falam dos aspetos menos conhecidos de Fontam, a laboriosa elaboraçom do mapa, a Francesada, os Séculos Escuros, o Batalhom Literário e o século XIX (a universidade, já que também foi professor de Matemática), a ciência e a mulher na ciência.

Na Comissom de História da Gentalha já estám a preparar uma nova conversa para o mês de fevereiro e convidam as pessoas interessadas nas atividades em se achegarem às reunions de trabalho, que decorrem nas quartas-feiras às 19h30.


PUBLICIDADE