Sócias e sócios da AGAL têm preço especial

Teatro Nacional Dona Maria II de Lisboa estreia «Sax Tenor», versão portuguesa da obra de Vidal Bolaño

Sorteamos cinco bilhetes na 'fanpage' da AGAL e o PGL no Facebook



Sax TenorNa sexta-feira e no sábado, o público galego poderá desfrutar em Santiago de Compostela de Sax Tenor, adaptação portuguesa da obra de Roberto Vidal Bolaño que chega da mão do Teatro Nacional Dona Maria de Lisboa.

A obra

Uma desgraça suburbana improvável entre loucos, gangsters, proxenetas e prostitutas: foi assim que Roberto Vidal Bolaño subtitulou esta peça escrita em 1991. O compostelano Roberto Vidal Bolaño foi um dos mais importantes dramaturgos, diretores e atores galegos contemporâneos. Em Sax Tenor, o autor —herdeiro legítimo de Ramón María del Valle-Inclán— propõe um verdadeiro esperpento de final do século XX.

Esta peça recebeu o Prêmio Álvaro Cunqueiro 1991 ao melhor texto teatral original, que agora chega à sua cidade da mão da companhia nacional de teatro lisboeta Dona Maria II.

A incorporação da obra de Vidal Bolaño ao seu repertório é o resultado do acordo que a companhia lusa mantém com o Centro Dramático Galego (CDG) da Conselharia de Cultura, Educação e Ordenação Universitária para o intercâmbio de autores fundamentais de ambas as dramaturgias e dentro do que a companhia institucional galega produziu Jardim suspenso, de Abel Neves. Para a exibição na Galiza de Sax Tenor conta-se, ademais, com a colaboração da Câmara municipal de Santiago de Compostela.

Descontos para sócios/as da AGAL e sorteio

As sócias e sócios da da AGAL podem já desfrutar de um preço especial de 3 € graças ao acordo assinado entre a associação e a o CDG para a promoção deste programa de teatro galego e português. Para terem o bilhete reservado a preço especial, deverão escrever a [email protected] antes do dia da função às 15:00h, indicando o seu nome e apelidos. Além, da fanpage da AGAL e o PGL no Facebook serão sorteados 5 bilhetes para assistir gratuitamente a esta obra na sua representação do sábado, dia 30 de maio.

LTeatro Nacional Dona Maria II de Lisboa: Sax Tenor
  • Autoria: Roberto Vidal Bolaño
  • Tradução em coautoria: José Martins e Manuel Guede Oliva
  • Elenco: João Grosso, Hugo Franco, Jorge Albuquerque, Maria Amélia Matta, Maria Jorge, Rita Figueiredo, Lita Pedreira, Bernardo Chatillon, Luís Geraldo, Lúcia Maria, Paula Mora, José Neves, Manuel Coelho e Maria Ana Filipe
  • Encenação e figurinos: Rui Francisco
  • Desenho de luz: José Carlos Nascimento
  • Assistente de direção: Joaquina Chicau
  • Assistente de encenação e figurinos: Joana Gomes
  • Realização de vídeo: Ricardo Inácio, Manuel Pureza, João Gomes e José Martins
  • Consultoria musical: Valter Rolo
  • Professor saxofone Luís Bastos
  • Cabeleiraria e maquiagem: Carla Pinho
  • Produção: Teatro Nacional Dona Maria II (Lisboa, Portugal)
  • Sexta-feira, 29 de maio, às 11 h e às 17h30; sábado, 30 de maio, às 20h30
  • Teatro Principal (Santiago de Compostela)

PUBLICIDADE