Partilhar

O Museu de Arte Contemporánea de Vigo acolhe o ciclo: “O Surrealismo de Saramago no Cinema”

No Marco da  VII Conferência Internacional José Saramago “A herança filosófica e sociopolítica de José Saramago” , decorrerá, no Museo de Arte Contemporánea (MARCO), o Ciclo de Cinema: “O Surrealismo de Saramago no Cinema”, com curadoria da Abella Producións.

De dia 25 de outubro a 19 de novembro, às 19h30, serão apresentadas 3 longas-metragens, 1 documentário e 7 curtas-metragens, de diversos cineastas com diferentes nacionalidades, inspiradas na obra e na vida de José Saramago. Estas sessões de cinema serão precedidas por uma apresentação de 5 minutos, a cargo de diferentes personalidades convidadas, da área do cinema e da cultura.

Na primeira sessão, terça-feira, dia 25 de outubro, às 19h30, será exibido o filme Enemy (O Homem Duplicado), de 2013, dirigido pelo cineasta franco-canadiano Denis Villeneuve. Adaptação cinematográfica do romance homónimo de Saramago, o filme conta com a interpretação de figuras conhecidas como Jake Gyllenhaal, Mélanie Laurent, Sarah Gadon e Isabella Rossellini. Vencedor de cinco prémios, incluíndo o de melhor realização, no Canadian Screen Awards,  Enemy foi amplamente premiado no Canadá e em Espanha.

 

Sinopse: Adam (Gyllenhaal) é um afável professor de história com um quotidiano bastante monótono. Certo dia, numa sessão de cinema, descobre um ator com uma aparência muito idêntica à sua. Obcecado pela ideia de ter um duplo, Adam inicia uma perseguição ao seu semelhante, que terá consequências inesperadas para a sua vida.

De dia 25 de outubro a 19 de novembro, às 19h30, serão apresentadas 3 longas-metragens, 1 documentário e 7 curtas-metragens, de diversos cineastas com diferentes nacionalidades, inspiradas na obra e na vida de José Saramago.

Para uma conversa final sobre o filme, participará Javier Trigales. Guionista e crítico de cinema (com trabalhos para a Globomedia, La Dalia Films, Shine Iberia, Eye Slice Pictures e Bambú Producciones), Javier Trigales é também professor de audiovisual em diversas escolas, museus e centros culturais. O seu último trabalho, a longa-metragem Viejos, distribuído pela Filmax, estreará mundialmente no próximo Festival Internacional de Fantasia, em Montreal. Foi diretor de programação do festival Cineuropa, assim como programador em muitos outros festivais, mostras e ciclos. É comissário audiovisual e trabalha na gestão cultural de muitos organismos públicos e entidades privadas. Por último, colabora como periodista cultural em vários meios de comunicação locais e nacionais. É membro da AGPXC, da AGAG, da AICE e foi júri numa série de festivais internacionais.

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”

O Colexio de Xornalistas anuncia nova edição do Prémio ‘Somos Esenciais’

Inauguração da exposição “Sonhar a Palavra Liberdade” no Camões – Centro Cultural Português em Vigo

Garavanços com espinafres

AGAL e ABL anunciam leitura pública continuada d’A República dos Sonhos em Santiago de Compostela e no Rio de Janeiro

Notas sobre a épica: a propósito d’Os Lusíadas e o feudalismo ibérico

Conversa com Susana Arins na biblioteca Municipal José Saramago, de Compostela, arredor da sua obra “Seique”