Capitolina é uma revista literária nascida no Reino Unido

Revista literária mostra toda a vitalidade da diáspora da língua portuguesa



capitolina-capaO ano de 2020, com tantos acontecimentos e dificuldades, foi responsável pelo cancelamento de muitos projetos, porém, nada impediu que o lançamento, no mês de abril, da Capitolina Revista.

O grande diferencial é que a Capitolina Revista, não foi lançada em Portugal, Brasil ou outro país da lusofonia, ela foi idealizada e produzida no Reino Unido, onde residem as editoras, a escritora brasileira Nara Vidal e a escritora portuguesa Gabriela Ruivo Trindade.

A revista, mesmo surgida em meio à pandemia, já chegou à 9ª edição, sempre apresentando autores contemporâneos e de língua portuguesa.

A ideia nasceu a partir da livraria de Nara Vidal que vende livros de Língua Portuguesa no Reino Unido, também com obras de editores contemporâneos, geralmente de editoras pequenas com pouca ou nenhuma representação internacional.

O grande diferencial é que a Capitolina Revista, não foi lançada em Portugal, Brasil ou outro país da lusofonia, ela foi idealizada e produzida no Reino Unido, onde residem as editoras, a escritora brasileira Nara Vidal e a escritora portuguesa Gabriela Ruivo Trindade.

“Com o lançamento, percebemos o enorme interesse do público em ler uma revista literária e conhecer novos autores. A Gabriela faz a ponte entre autores de Portugal, África e o restante da Lusofonia”, explica Nara Vidal, ao comentar sobre o sucesso já alcançado pela revista.

Gabriela Ruivo Trindade, que está no Reino Unido, desde 2004, declarou em entrevista ao escritor Nuno Gomes Garcia, do LusoJornal (França): “Tenho muito interesse em literatura em língua portuguesa de outros territórios e, o fato de viver nem outro país, é muito difícil manter a fluência. Então escrever e ler em português é um ato de resistência e exercício, pois, a língua é uma ferramenta, se não usar enferruja!”

No sítio, as editoras declaram “A revista é um espaço destinado especificamente à literatura contemporânea escrita em língua portuguesa. Buscamos divulgar literatura de qualidade, de maneira mais ampla possível. Por isso, disponibilizamos nosso material gratuitamente. Além do sítio web, oferecemos a revista em formato PDF para download. Esta publicação só é possível porque autores e profissionais da literatura colaboram conosco”. 

Para conhecer e ler a Capitolina Revista aceder ao seu site e redes sociais.

José Carlos da Silva

Desde 2008, José Carlos da Silva é correspondente do PGL no Brasil. Residente em Campinas (São Paulo), é produtor cultural e periodista. Como produtor cultural trabalha pela difusão da cultura caipira, que tem na viola de 10 cordas, sua maior expressão.

Latest posts by José Carlos da Silva (see all)


PUBLICIDADE