Partilhar

Cursos de língua portuguesa no Centro Camões de Vigo de fevereiro a maio

Os cursos de língua portuguesa destinam-se a quem queira iniciar a aprendizagem da língua portuguesa ou que já tenha conhecimentos prévios e que pretenda consolidar a sua proficiência linguística em português. As aulas serão orientadas e organizadas segundo os programas de português língua estrangeira (PLE) do Camões, I.P. e de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.

O Centro Cultural Camões oferece Cursos de Língua Portuguesa – Níveis A2 e B1 (75 horas letivas) e B2 (60 horas letivas). A docência decorrerá entre fevereiro e maio, e as inscrições já estão abertas, até dia 28 de janeiro.

Os grupos terão um mínimo de seis vagas por grupo e um máximo de doze. A coordenação e orientação pedagógica é feita por Célia Guido Mendes (Responsável pelo Camões – CCP em Vigo).

HORÁRIOS DOS CURSOS:

A2 (75h)

OPÇÃO 1: duas manhãs, terças e quintas, das 10.00h às 13.00h; de 6 de fevereiro até 9 de maio

OPÇÃO 2: duas tardes, segundas e quartas, das 17.30h às 20.30h;de 5 de fevereiro até 8 de maio

OPÇÃO 3 INTENSIVO: sábados, das 9.00h às 14.00h  de 3 de fevereiro até 18 de maio

B1 (75h) 
INTENSIVO: sábados, das 9.00h às 14.00h de 3 de fevereiro até 18 de maio

B2 (60h)
INTENSIVO sábados, das 9.00h às 14.00h de 3 de fevereiro até 27 de abril)

PREÇO DOS CURSOS:
A2 e B1 295€ (inclui teste de diagnóstico, se for caso disso, e todos os materiais didáticos);
B2 265€ (inclui teste de diagnóstico, se for caso disso, e todos os materiais didáticos).

A inscrição pode ser feita aqui: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfr89aAWlY7_Zq2PHlg1GMU4krKonx1Ab_Mao7sIjGNYlmHig/viewform

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha

Lançamento do livro 50 anos de Abril na Galiza, na Guarda

Sergio Rey, do IES de Cacheiras, ganha o “I Prêmio Escolar Internacional de Livros de Cordel”

Industrializar Galiza. Vaia uma ironia!

Aberta convocatória da XXIV Ediçom do Prémio de poesia Fiz Vergara, que nom discrimina por normativa

Disponibilizamos contributos de Luísa Villalta na Revista Agália

Séchu Sende apresenta O Povo Improvisador no CS Gomes Gaioso da Corunha