Atividades da AGAL no Dia Nacional da Galiza 2014



 

Novo Fest-AGAL, domínio PGL.gal, novidades da ATRAVÉS… O Dia Nacional da Galiza de 2014 chega com interessantes novidades cuja repercussom terá continuidade no resto do ano… ou de anos vindouros!

Presença da AGAL no Festigal

No Festigal, evento que decorrerá no 25 de Julho -embora já na noite anterior haverá concertos-, a AGAL -mediante a ATRAVÉS EDITORA– marcará mais um ano presença com um posto de grandes dimensões que estará situado no espaço Galeria das Letras. Igual que aconteceu em 2012, este posto será compartilhado com a empresa-livraria Ciranda. No espaço será possível aquirir as últimas novidades da ATRAVÉS, bem como camisolas editadas pola AGAL para esta data.

As novidades editoriais com já bem conhecidas polo público do PGL: Quês e porquês do reintegracionismo (autoria coletiva), Breve História do Reintegracionismo (Tiago Peres), DdoOLeR (2007-2014). 8 anos celebrando o Dia da toalha na Galiza (autoria coletiva), Politicamente incorreta. Ensaios para um tempo de pressas (Teresa Moure), Valle-Inclán, lusófilo: documentos (1900-1936) (Rosário Mascato), Prédios (Thalámas Salamatu), Emigrantes, exilados e perseguidos. A comunidade portuguesa na Galiza (1890-1940) (Dionísio Pereira) e ainda Conversas com Isaac Alonso Estraviz (Bernardo Penabade).

Teresa Moure e Tiago Peres, autores de duas das novidades anteriormente indicadas, assinarám exemplares dos seus livros num espaço habilitado para este efeito na Galeria das Letras. As assinaturas serám a partir das 18 h, prevendo-se que o autor da Breve História do Reintegracionismo inicie às 20 h e a autora de Politicamente Incorreta o faga polas 20h30.

Fest-AGAL número 5

Fest-AGAL 5 (2014) - capaDesde 2010, a AGAL distribui gratuitamente no Dia Nacional da Galiza umha publicaçom, Fest-AGAL, com conteúdos que pretendem trnasmitir umha visom extensa e útil da nossa língua. Este ano o tema central tem a ver com o Campeonato Mundial de Futebol, que decorreu num país lusófono, o Brasil. Precisamente, a publicaçom lembra também a campanha realizada pola AGAL nas últimas semanas, O Mundial Fala Galego.

Conteúdos informativos, formativos e lúdicos inçam as 24 páginas da publicaçom -das quais 18 a cor-, da qual serám editados 4.000 exemplares que se repartirám em vários pontos de Santiago de Compostela, especialmente nos espaços do Festigal e nas manifestações.

 

PGL.gal, um domínio pioneiro

domínio ponto galA primeira delas, a qual já se fará notar nos próximos dias, precisamente a partir do 25 de Julho, é o endereço de acesso ao Portal Galego da Língua. No seu nascimento em 2002, o Portal hospedou-se no próprio endereço da associaçom matriz, a AGAL, em www.agal-gz.org. Cresceu e fizo-se maior, passando em 2008 a www.pglingua.org.

Nesta mesma semana foi anunciado que o endereço www.pgl.gal -ainda sem ativar- forma parte dos primeiros 93 sítios web que funcionarám com um domínio .gal, a marca da língua e cultura galegas na internet. Como curiosidade, será o único website cujos conteúdos estám redigidos a partir de umha ótica reintegracionista.

Este anúncio converterá o PGL num dos sítios web pioneiros na implementaçom do domínio .gal, aliás dentro da fase chamada Programa Pioneiros. A seguinte fase, o Progama Abrente, iniciará só em setembro.


PUBLICIDADE