Universidade de Vigo publica monografia de Carlos Garrido em galego-português

Composta por Carlos Garrido e recém-editada polo Serviço de Publicaçons da Universidade de Vigo.



capa_digitCarlos Garrido, professor titular de Traduçom Técnico-Científica na Universidade de Vigo e membro da Comissom Lingüística da AEG, publicou no serviço de Publicaçons da Universidade de Vigo a monografia:  ‘Traduçom do Ensino e Divulgaçom da Ciência’.

Até agora, eram escassíssimas as obras publicadas em galego-português polos serviços editoriais das três universidades galegas (como os Estudos Dedicados a Ricardo Carvalho Calero, coletánea de homenagem coeditada em 2000 pola Universidade de Santiago de Compostela e organizada polo Prof. José Luís Rodrigues), e nengumha delas era umha monografia.

A Traduçom do Ensino e Divulgaçom da Ciência’, representa deste jeito umha interessante e auspiciosa novidade porquanto se trata de um livro pertencente ao catálogo de umha universidade galega que está escrito em galego-português, nom em galego-castelhano, quer dizer, num modelo de galego nom subordinado ao castelhano dos pontos de vista ortográfico, morfossintático e lexical, mas coordenado com as variedades lusitana e brasileira da nossa língua.

A publicação é uma monografia de caráter didático, que inclui mais de 600 exemplos de traduçom, que esclarecem os assuntos abordados e multiplicam a riqueza de matizes e sugestons, e que patenteiam a natureza vincadamente criativa e prospetiva (voltada para o texto de chegada) da traduçom de textos destinados ao ensino e divulgaçom da ciência. Assim sendo, entre os destinatários da obra nom só se encontram estudiosos da traduçom e da comunicaçom especializada, como também professores e alunos de traduçom, tradutores e jornalistas científicos.

O autor de A Traduçom do Ensino e Divulgaçom da Ciência, salienta, como contributos mais interessantes desta monografia (que focaliza a traduçom científica nas combinatórias lingüísticas inglês/galego-português e alemám/galego-português), a rica caraterizaçom que ela efetua da comunicaçom especializada extradisciplinar e da linguagem científica didática e divulgadora, com recenseamento e análise dos géneros e subgéneros textuais da área; a introduçom do conceito-chave de modificaçom substancial, que permite explorar sistematicamente os carateres essenciais desta modalidade tradutiva; o estudo profundo e rigoroso, como nunca antes fora realizado, do tratamento tradutivo das denominaçons de grupos de seres vivos, problema de traduçom importante ao lidar com textos didáticos e divulgadores do campo biomédico, e o estabelecimento de umha nova classificaçom das discordáncias interculturais, mais clara e abrangente que as anteriores.

Além do seu intrínseco valor científico e didático, numha altura em que o galego ainda nom conseguiu penetrar com eficácia nos campos — fundamentais para a normalizaçom de umha língua— do ensino e da divulgaçom da ciência, e numha altura em que o poder político decretou a exclusom do galego do ensino da Matemática, da Física e da Química, congratulamo-nos de que, com a publicaçom desta obra em galego-português, a Universidade de Vigo, esteja a fomentar a liberdade intelectual e o debate de ideias no seio da sociedade galega, ao mesmo tempo que vence reticências em favor da natural e indispensável internacionalizaçom da língua autóctone da Galiza, única estratégia emancipadora para a língua e cultura galegas.


PUBLICIDADE

  • Ernesto V. Souza

    Mudam, sim, mudam os tempos… parabéns para o Carlos pela publicação e por este – mais um – passinho na rotura do bloqueio e apartheid…

  • Mário J. Herrero Valeiro

    Parabéns para o Carlos, magnífica notícia. Continuamos a quebrar inércias e a deitar muros.

  • abanhos

    O Carlos Garrido sempre semeando conhecimentos.
    Parabéns a ele e a universidade

  • Jose Carlos Silva

    Parabéns Carlos!!! De gota em gota a “pedra” será conquistada!!!

  • Joám Lopes Facal

    Merecida e generosa resenha do primeiro patólogo das doenças do galego vivo.
    Vê-se a mao amiga.
    Saúdos