Prémios Galituiter 2020: espaços digitais para o galego e triunfo dum reintegracionista



gaituiter01No fim do ano 2020 a comunidade de pessoas usuárias da rede social Twitter em galego, despediam o ano com os Prémios “Galituiter”, a quinta ediçom deste concurso cuja história se desenvolve neste fio. Dos galituiter 2016 o autor intelectual foi @cascarelo, a autora material @oyepava e ganhou @oneafter909_. E daí consolidou-se como umha ferramenta de fortalecimento e reconhecimento dumha comunidade que aos poucos vai fazendo-se um oco entre os milhões de tweets que enchem a rede.

Durante uns dias todo o mundo pode nomear contas que tweetem em galego. As 16 mais nomeadas entom som divididas de duas em duas e há enfrentamentos. Na seguinte fase ficam 8 e fai-se o mesmo, e assim até chegar à conta ganhadora, que este ano foi o membro do Conselho da AGAL, Jon Amil. Agora, será ele quem terá de preparar agora o certame do ano que vem.

Durante uns dias todo o mundo pode nomear contas que tweetem em galego. As 16 mais nomeadas entom som divididas de duas em duas e há enfrentamentos. Na seguinte fase ficam 8 e fai-se o mesmo, e assim até chegar à conta ganhadora, que este ano foi o membro do Conselho da AGAL, Jon Amil.

Este jogo é mais umha forma de criar comunidade, e desenvolver o espaço do galego nas redes, com bastante desenvolvimento. Este ano mesmo houvo um par de programas no Twitch especial. Um na véspera da final e outro no próprio dia.

Liga das Editoras

A Liga das Editoras é umha cópia do Galituiter, com o objetivo de escolher a melhor editora de livros do ano mediante votações estruturadas como um torneio. E aqui ganhou Através, frente outras 10 concorrentes.

galituiterAinda mais relacionado diretamente com a norma lingüística do galego, a AGAL impujo-se no “referendo” em que se colocava a pregunta: “Se che tivessem ensinado a escrever em AGAL e RAG na escola, que norma empregarias?” Com umha participaçom de 878 pessoas, a AGAL impujo-se com 72% dos votos.


PUBLICIDADE