Prêmio Camões 2019 fica com Chico Buarque

Juri considerou o conjunto da obra, que passeia com genialidade pela música, teatro, poesia e romances



chico-buarque

O escritor, compositor e cantor Chico Buarque foi anunciado na terça-feira, dia 21 de maio, como vencedor do Prêmio Camões 2019,  o mais importante prêmio literário dos países de língua portuguesa, pela Fundação Biblioteca Nacional.

Nascido Francisco Buarque de Holanda, no Rio de Janeiro em junho de 1944 e, nos anos de 1960/1970, destacou-se como compositor e cantor, participando de festivais, gravando discos, escrevendo peças e participando de filmes, utilizando sua arte para fazer resistência à ditadura militar vigente.

Com a abertura política, Chico Buarque, além dos discos e shows, passou a se destacar como escritor de sucesso, lançando as obras Estorvo, Benjamim, Budapeste, Leite Derramado e O irmão Alemão, quase todas premiadas no Brasil e no mundo.

Chico Buarque junta-se aos outros 13 brasileiros, aclamados com o Prêmio Camões, são eles: João Cabral de Melo Neto (1990), Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Candido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012), Alberto da Costa e Silva (2014) e Raduan Nassar (2016).

Para conhecer a obra completa, acesse o seu sítio web.

José Carlos da Silva

Desde 2008, José Carlos da Silva é correspondente do PGL no Brasil. Residente em Campinas (São Paulo), é produtor cultural e periodista. Como produtor cultural trabalha pela difusão da cultura caipira, que tem na viola de 10 cordas, sua maior expressão.


PUBLICIDADE

  • Paulo Soriano

    Chico, a meu ver, é um dos maiores compositores de canções de todos os tempos.
    Na música popular — que é o seu grande nicho —, é tão belo quanto Cole Porter e profundo quanto Ira e George Geoge Gershwin.
    Filho de nordestino, é rebento de Sérgio, alagoano como a minha avó Bernadete, Jorge e Lima e Graciliano Ramos,
    Parabéns ao grande Chico.
    Que Deus o continue a abençoar como sempre.

  • abanhos

    Excelente escolha