Todos os artigos marcados como "economia"

  • “Juventude, diáspora e mobilidade” resolve dados positivos para o futuro do português na Galiza

    A equipa de Docentes de Português na Galiza relata a conferência “Juventude, diáspora e mobilidade” que teve lugar no passado dia 11 de Outubro.

  • Falar mais de uma língua impulsiona o crescimento económico

    Segundo constataram diferentes pesquisas, o multilinguismo é bom para a economia. Os países que cultivam ativamente idiomas diferentes obtêm uma série de contrapartidas, desde exportações mais bem sucedidas até uma força de trabalho mais inovadora. “A língua é importante tanto no nível nacional quanto ao nível das pequenas empresas”, afirma Gabrielle Hogan-Brun , pesquisadora em […]

  • A Verdade Verdadeira Por Que Ganhou Trump (E Isso Que Não Sou Jornalista)

    Quando chegaram as primeiras notícias de que as explosões das Torres Gémeas foram causadas por aviões kamikazes, escutei duma pessoa hipercrítica com o mundo inteiro: “Claro. Os aviões são as bombas dos pobres”. Os “pobres” que planificaram e financiaram o massacre resultaram ser petromonarquias árabes, não palestinianos desapossados. Naquele 11/9 escutaram-se também vozes clarividentes de […]

  • 10 medidas imprescindíveis… #4

    AGAL lança 10 medidas imprescindíveis para regenerar a cultura galega na próxima legislatura, para reforçar as relaçons com a Lusofonia ao nível do ensino, das administraçons e da coesom territorial. Susana S. Arins, explica a quarta medida para desenvolver conteúdos concretos, auditáveis e abertos à populaçom que deem maior desenvolvimento à Eurorregiom e ao Eixo Atlântico, promovendo o vínculo das populaçons com este espaço e o seu futuro através dos meios de comunicaçom públicos.

  • LibreOffice Calc

    Um dos componentes do pacote LibreOffice é a folha de cálculo denominada LibreOffice Calc. Devo confessar não gostar das folhas de cálculo. Não por nada, simplesmente porque acho serem programas particularmente abstrusos para o usuário final, que é uma forma de dizer que resultam abstrusas para mim. Porém, goste eu ou não, são ferramentas imprescindíveis para podermos organizar e analisar os dados e para elaborarmos, em base a esses dados, modelos matemáticos que nos ajudem a entender a realidade e a fazer projeções sobre o futuro.