Todos os artigos marcados como "Adela Figueroa Panisse"

  • Eco-feminismo no século XXI

    A bióloga e ativista Adela Figueroa analisa o eco-feminismo contemporâneo, exemplos do movimento e questons chave do seu discurso.

  • ALDEMIR

    Microrrelato para a Campanha  ILP De proteção do bosque autoctone da Galiza. Protegidas da chuva polos suportais do Concelho, duas mulheres pediam assinaturas a gente que passava. Para proteger os bosques autóctones da Galiza. A voluntaria da Cruz Vermelha que o acompanhava assinou depois de ter falado algo com elas, e ele fez o mesmo […]

  • A importância do idioma na identidade coletiva

    “Eu sou porque nós somos” Marielle Franco,vereadora de São Paulo, assassinada por negra e lésbica (março 2018)   Dizia Castelao :”Se ainda somos galegos é por obra e graça do nosso idioma”1. A língua galega como identidade coletiva encontra-se já em Rosalia “Cantarte hei Galicia na língua galega”…que así mo mandaron, que cante e que […]

  • A Mesa exige atuação da Xunta no caso de agressão linguística em Lugo

    O passado 26 de fevereiro a cidadã galega Adela Figueroa dirigiu-se uma funcionária do Serviço de Desportos da Junta em Lugo para procurar informação sobre clubes desportivos. Como a funcionária lhe respondeu em castelhano, a administrada solicitou poder ser atendida em galego e foi neste intre quando começaram os problemas. A funcionária tirando de pseudoargumentos, […]

  • Eucaliptos e Patrimonio na Galiza.

    Nos dias 6,e 7 de dezembro estivemos em Bruxelas. Uma delegação de mais de 20 associações galegas que defendem o Património Cultural e Natural da Galiza. Convidadas por Lidia Senra, de AGE que está inclusa no grupo Parlamentar europeu GUE/NGL, Os Verdes. A procedência geográfica foi variada. Desde Ortegal ao Minho. Só faltou Ourense, mas […]

  • Bem hajas, Manuela

    Caros/as amigas. Morreu Manuela. Bem sabemos todas/os .Foi-se uma amiga. Trabalhadora, sincera e valente. Lutou contra a doença com um ânimo dificilmente igualável. Uma mulher defensora da língua e da cultura da Galiza. Com critério firme e sem preconceitos. Aberta de mente e poliglota. Ficou muito trabalho sem acabar, muitas lições sem dar e muito […]

  • Sois uns imperialistas fracassados

    (Dedicado a Suso de Toro com a minha admiração. Ainda nom está todo perdido)   “E diríalles máis: Prohibíchedes o galego nas escolas para producir no espíritu dos nosos rapaces un complexo de inferioridade, facéndolles crer que falar galego era falar mal e que falar castelán era falar ben. Expulsáchedes o galego das igrexas, facendo […]

  • APOCALIPSE!!!

      Arde Galiza por todos os lados. Não é uma afirmação retórica, é real. Chandrexa de Queixa, Triacastela, Samos, Ponteareas, Monterrei, Vilar de Vos Folgoso do Courel,tudo está em chamas. Desde Ortegal ao Minho como nos versos de Cabanilhas! A Xunta publica na paxina de Medio Rural que reforça os efectivos na fronteira para que […]

  • FOGO!!

    ESTIVEMOS NO FIM DE SEMANA EM Portugal. Na zona zero da grande desgraça. Do grande Incêndio. Nada pode haver comparável com o horror das chamas a rodear o TODO. A envolver o mundo. O ar e a Terra. Nada que possa devolver a vida as mais de 64 pessoas entrampadas na sua armadilha. Na Trampa […]

  • Rosalia de Castro escritora ambientalista e feminista

      Adela Figueroa Panisse.Biologa,Ambientalista. Escritora Maite Caramés Casal Filologa   1.- A PAISAGEM EM ROSALIA O SENTIMENTO GALEGO DA PAISAGEM A grandeza desta escritora consiste, fundamentalmente na sua coragem e na sua autenticidade. Coragem para quebrar os preconceitos da sua época, que determinavam o papel da mulher como o anjo do lar, suporte afetivo do […]