Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

O Estado espanhol acabou de ser aceite como Observador Associado na CPLP



espanha-na-cplpA proposta foi impulsionada polo reintegracionismo, nomeadamente pola Academia Galega da Língua Portuguesa, que trabalha neste sentido desde a sua constituiçom em 2007.

A vontade era que fosse a própria Comunidade Autónoma da Galiza a administraçom reconhecida, mas finalmente foi o Reino de Espanha quem aderiu. Na notícia oficial de La Moncloa diz:

“Cabe reseñar el notable impulso que la Comunidad Autónoma de Galicia ha dado a la candidatura de España, y, de hecho, tanto la Academia Galega da Língua Portuguesa y el Consello da Cultura Galega ya son Observadores Consultivos de la CPLP.”
Também é Observador Consultivo a Associaçom galega Docentes de Português na Galiza.
Dentre essas três entidades, duas promovem a língua portuguesa na Galiza e som independentes da administraçom.


PUBLICIDADE

  • José Ramom Pichel

    Notícia de grande relevância histórica a nível económico, cultural e linguístico!

  • Afonso Eans

    E isto que vem a significar, a nível prático?

    • Galician

      Zero, nada, não passa do simbolico… Vale para que alguns viajem de graça e mesmo cobrem dietas… Aprovou-se a Lei Paz Andrade para que se aproveitem dela os espanhóis…

  • Lamões

    Nunca deixa de surpreender a importância que polo comum damos ao reconhecimento institucional: as cousas são se forem reconhecidas polas autoridades.
    Desde esse ponto de vista é um’a nova excelente que contribui a reforçar a ideia da estreita ligação do galego co mundo lusófono na actualidade.
    Não garante nada de por si mas contribui ao reforço do quadro mental que legítima as ideias reintegracionistas e implica em ações concretas a instituições como o estado espanhol, a Xunta ou o Consello da Cultura.