Novidades editoriais na antessala do Ano Carvalho

As editoras Laiovento e Morgante apresentaram três obras sobre a obra e a vida do homenageado nas Letras Galegas do ano 2020



carvalho-laiovento-2

carvalho-laiovento

Com motivo do Ano Carvalho, cujo culme será a celebração do Dia das Letras na honra do autor, a editora Laiovento tira do prelo dois ensaios sobre diferentes aspetos do labor literário e científico do ferrolão.  Elucidacións na sombra. Carvalho Calero en escena (escrito na norma isolacionista) é uma achega de Manuel Castelo sobre a escenificação de A sombra de Orfeu e Auto do prisioneiro, obras dramáticas de Carvalho Calero. Também este ano lança Laiovento a re-edição de Ricardo Carvalho Calero: a ciencia ao servizo da nación. Escrito também na norma isolacionista por Maria Pilar García Negro, o livro recupera textos da sua autoria.

carvalho-morgante

Artigos, ensaios, palestras, colaborações, discursos… seis décadas de trabalho científico, desde 1930 até 1987, são expostos neste volume que bota luz sobre o imenso labor de investigação, divulgação, crítica, interpretação e análise da língua e da literatura galega. García Negro recolhe “com fidelidade textual” esta parte fundamental da produção de Carvalho com o objetivo de converte-la em fonte de informação para professoras, estudantes e público geral.

Por último, Morgante Edicións apresenta o Abecedario de Ricardo Carvalho Calero, um “vocabulário literário” do autor. Segundo explica a editora, a obra oferece chaves para compreender dum jeito “ameno e pedagógico” a vida do inteletual.  “A leitura do manual não é regida segundo pautas cronológicas ou temáticas, senão por algumas acepções ordenadas alfabeticamente que a pessoa leitura há de procurar a eito e aleatoriamente entre aqueles conceitos que considere oportunos”, destacam.


PUBLICIDADE