Novidades Através: ’40 datas que fizeram a História da Galiza’

Alberto Lago, Francisco Xavier González, Henrique Egea, Maria Rivo e Carlos Velasco (coord.) assinam este novo livro da Através Editora



40datas_capa

Oferece-se neste livro um conjunto de datas consideradas de especial pertinência na evolução histórica da Galiza. O critério seguido na escolha foi, via de regra e salvo uma ou outra exceção, salientar processos históricos relevantes a meio e longo prazo, mais do que resenhar acontecimentos pontuais seja qual fosse o simbolismo que estes encerrasem.

Confiamos em fazer chegar ao leitor/leitora um manual de utilidade para uma primeira aproximação de carácter geral às linhas mestras da nossa história, sem por isso renunciarmos a salientar as potencialidades de um povo, o nosso, que, embora submetido (com a ajuda das suas elites) “a séculos de força”, foi quem de acometer notados empreendimentos criativos e imaginar projetos emancipatórios de futuro, as mais das vezes em silêncio, ou silenciados: grandezas e desventuras, no fim de contas, deste país “de um tal Breogão” (como também, e alternativamente, de umas tais Maria Balteira e Rosalia de Castro).

O livro já pode ser adquirido na loja on-line. Também estará à venda no dia 25 de julho na banca da Através Editora no Espaço Livro do Festigal (em horário de 15h a 22h) e a partir da próxima semana nas livrarias, onde pode ser comprado a um preço de 15 euros. 


Título: 40 DATAS QUE FIZERAM A HISTÓRIA DA GALIZA
Autores: FRANCISCO XAVIER GONZÁLEZ, ALBERTO LAGO, HENRIQUE EGEA, MARIA RIVO E CARLOS VELASCO
Género: Ensaio
Ano de edição: 2019
Descrição: 250 PÁGINAS, 15,5 X 21,5 CM
Coleção: ATRAVÉS DE NÓS, 18
ISBN: 978-84-16545-32-2
Capa: HUGO RIOS E JOSÉ LUÍS SANTOS

Preço: 15 €


Os Autores

Alberto Lago Villaverde

(Redondela, 1964)
Licenciado em História pola USC, na especialidade de História Medieval, e professor de História no Ensino Secundário, membro fundador da revista galega de história Murguía e colaborador da revista digital Terra e Tempo.

Carlos Francisco Velasco Souto

(Tomeza, Ponte Vedra, 1958)
É doutor de Geografia e História pola Universidade de Santiago de Compostela e, desde 1987, professor titular de História Contemporânea na Universidade da Corunha. Investigador especializado em movimentos sociais da Galiza contemporânea, é autor de uma dilatada obra nesse campo abrangendo livros e artigos em revistas especializadas. É também ativista em prol da recuperação da nossa memória histórica democrática.

Francisco Xavier González García

(Corunha, 1964)
É professor titular de História Antiga no Departamento de História da Universidade de Santiago de Compostela. O seu trabalho, centrado numa aproximação antropológica às sociedades antigas, plasma-se em várias dúzias de trabalhos entre livros, contributos para obras coletivas e artigos em publicações galegas, espanholas e internacionais.

Henrique Egea

(Las Palmas, 1963)
Licenciado em Filologia Clássica pola USC e professor de Língua no Ensino Secundário, colabora na revista digital Terra e Tempo e investiga na história medieval, em especial nos séculos XI e XII, tema sobre o que publicará um livro proximamente.

Maria Rivo

(Santiago de Compostela, 1988)

É licenciada em História da Arte com prémio nacional fim de curso pola Universidade de Santiago de Compostela, onde realiza a sua tese de doutoramento sobre a arquitetura dos Jesuítas na Galiza. Foi investigadora pré-doutoral da Junta da Galiza e do Ministério de Educação espanhol, e bolseira da Fundação Barrié, do Conselho da Cultura Galega e da Deputação da Corunha. Além da arquitetura renascentista e barroca está interessada na receção da arte galega na historiografia do século XIX.


PUBLICIDADE

  • https://pglingua.org/index.php abanhos

    A Faculdade de história da universidade Composlã, tem como missão principal, ainda que não explicita, porém bem inserida com ou adn nacional español, que a Galiza é uma realidade determinada pelo estado, e infelizmente o livro Quarenta Datas que Fizeram a História da Galiza, estão inseridas nessa mentalidade.