Manifesto solidário de entidades educativas rememora o pacto Galeusca



Entre entidades educativas populares de Catalunha Norte, Pais Basco e Galiza.

As três entidades de educaçom popular rememoram o pacto solidário trinacional, subscrito por primeira vez em Barcelona, em 1923, reconhecendo-se promotoras dumha educaçom democrática, laica, pedagogicamente renovadora, sem fins lucrativos e autocentrada nas respectivas realidades nacionais.

A declaraçom conjunta decorrerá no vindouro 11 de junho, às 11:30 h. no Museu do Povo Galego (Compostela), num ato apresentado polo escritor Séchu Sende, no qual participarám representantes das três instituiçons –Santiago Quiroga, Coordenador Nacional das Escolas de Ensino Galego Semente; Koldo Tellitu, lehendakari de Ikastolen Elkartea; Eva Bertrana, Diretora Geral de La Bressola-, membros e crianças do projeto Semente, assim como a reconhecida música Guadi Galego, que encerrará o ato com um canto à liberdade e à diversidade linguística peninsular.

Posteriormente, a jornada de irmandade internacionalista continuará na escola Semente (Moas de Abaixo, 20) com um jantar popular, às 14 h.; um espetáculo de Circus Magnificus, às 17 h.; e a partir das 18:30 h., palestras de Koldo Tellitu, Eva Bertrana,  Olatz de Bilbao -Diretora pedagógica da Bressola-, Guillem Nivet -Membro da Junta da Bressola e antigo aluno- e umha mesa redonda sobre normalizaçom das línguas menorizadas no Estado, moderada por Uxía Bolanho.


PUBLICIDADE