OS LIVROS FALAM | ‘seique’ com Susana Sánchez Arins



 

Recentemente traduzido ao espanhol como Dicen, a obra ‘seique‘ recebe luz e palavra através da sua autora, a escritora Susana Sánchez Aríns, quem também pertence à plataforma de crítica feminista A Sega.

seique não pretende ficcionar uma história, tomando como base uns factos conhecidos de todas, mas todo o contrário, seique parte de uns factos desconhecidos, seique por particulares, ou por insignificantes, seique: a história de um fascista tão sem importância que nem sequer aparece nos arquivos, mas que sim existiu, deixando, seique, marcas que as suas vítimas não esquecem [ou sim]. seique nasce de depoimentos orais, em parte fabulados polas suas próprias emissoras, pois seique o protagonista está desaparecido das fontes documentais. porém, se essas pessoas que viveram e falaram estão já mortas… que contamos, ló? como? que há de certo no que contam umas e outros? e se ademais quem narra faz parte da família?


PUBLICIDADE