I Semana Internacional da Paz – I.G.E.S.I.P.

Ourense – Do 16 ao 24 de Setembro 2016



Criando ilusórias e contínuas cisões, os seres humanos fundidos no mundo da guerra, vivenciam uma realidade de opostos em combate permanente pela sobrevivência. Ultrapassar este cenário, criando a reconciliação dos supostos inimigos, através dum dialogo continuado, que nos permita adentrar-nos, na essência comum, de cada cultura, povo, indivíduo, não será talvez uma melhor alternativa que a da guerra permanente?

Nos perguntamos, direta e indiretamente, desde o IGESIP – Instituto Galego de Estudos Internacionais e da Paz – Ao criarmos este lema: “Mudar nossas consciências, mudar às nossas vidas”, nesta I Semana Internacional a Paz, a celebrar na localidade de Ourense. Lema buscado como metáfora, do percorrido de sofrimento extremo, que temos todos e todas que levar, ate alcançar a paz verdadeira: interior e exterior. Tanto dentro do próprio indivíduo, como entre todos os povos, credos, ideologias, e formas subjetivas de pensamento. Entendo, isto precisamente, nossa enraizada visão, não sendo senão, uma forma subjetiva mais de limitado entendimento.

Segundo algumas pesquisas científicas, nossa percepção da realidade parcial, tão só tem capacidade para enxergar um 1% da realidade completa, deixando 99% de fora.

Dai que podamos afirmar, que nossa verdade não é mais que um pequeno pedaço da verdade total, que somente pode ser completado e complementado, com os outros pedaços de verdade, que possuem aqueles a quem nos erradamente visionamos como contrários, diferentes, concorrentes pela sobrevivência.

Necessário mudar nossa míope e reduzida óptica, mas será possível transitar em favor dum novo marco de entendimento global e local, ou, pela contra estamos abocados, a experimentar ainda muito mais sofrimento, guerra, desencontro?… Talvez ate a extinção final, da nossa triste raça humana?

Eis algumas das questões, que acreditamos devem ser debatidas a nível de toda a sociedade. Questões, realidades que deveriam fazer-nos refletir o suficiente, como para sair, todos e todas juntas deste mundo de noite. Desta noite eterna de Pedra, como a que lucidamente nos retratara Celso Emílio Ferreiro, no seu célebre livro de poemas…

A I Semana Internacional da Paz, pretende pois achegar alguma ferramenta, mais a esse diálogo, ao pesquisar diversas formas de paz interior, individual, coletiva; abrindo um dialogo permanente sobre novas e novidosas alternativas, quiçá mais eficazes para podermos lidar, com os novos retos que ao planeta, se lhe apresentam.

 

Programa:

 

Ilustracão – Pintura cedida por : Francisco Fernández.

Ilustracão – Pintura cedida por : Francisco Fernández.

 

Iª SEMANA INTERNACIONAL DA PAZ

OURENSE – Do 16 ao 24 de Setembro 2016

Organiza: IGESIP

Colabora: Concello de Ourense

Lema:

Mudar nossas consciências, mudar nossas vidas.”

FILOSOFIA

A semana Internacional da paz, pretende reunir, em diversos foros: pessoas, entidades, organismos e organizações, que desde diversas óticas podam confluir a um diálogo mais aberto, que tenda a estabelecer pontes de união entre distintas visões, perspectivas e sensibilidades; que pudendo aparentar diferentes, devem e podem encontrar um nexo comum de união, que lhes permita avançar em favor duma sociedade de paz e colaboração.

Acreditamos que a uma nova sociedade de paz, passa necessariamente por essa reconciliação de supostos opostos: masculino – feminino, direita – esquerda, religião – ateísmo, ciência – espiritualidade…

Para isso o IGESIP, tem desenhado um percurso que denomina simbolicamente de “Tríplice Caminho” ou “Tripla senda”. Consistente em três trabalhos intimamente ligados, não separados e que devem ser transitados em conjunto.

1.- Pacificação interior do indivíduo, através do desenvolvimento dum trabalho ético, que lhe permita modificar suas atitudes egocêntricas; assim como controlar suas emoções, paixões e desejos mais daninhos e autodestrutivos… Conseguido afinal poder projetar na sociedade relacionamentos verdadeiros da amizade; melhorando relações laborais, vizinhais, familiares…

2.- Pacificação Social – Ambiental. Desenvolvimento duma filosofia de aprendizagem e observação da rede natural que nos rodeia; suas interconexões e mutuas dependências, para transladar a uma sociedade mais desperta a necessidade de viver em harmonia com o nosso meio ambiente. Fomentar todo tipo de políticas de inclusão, promoção e educação encaminhadas a formar uma sociedade presente e futura, com cada indivíduo poda desenvolver suas potencialidades, cobrir suas necessidades e respeitar – ajudar, aos seus semelhantes na sua correta evolução, tanto física, psicológica, mental e ética.

3.- Pacificação cultural e unidade das culturas dentro da diversidade.

Enraizamento na própria cultura, abertura e dialogo permanente, em pé de igualdade com outras culturas, para fomentar o conhecimento mútuo, e obter uma melhor compreensão da essência comum que une todos os povos.

DIA 16 – AUDITORIO

11,30 h. Apresentação Vídeo I Semana Internacional da Paz.
Autora: Nuria Pauluchi
12,00h Rolda de Imprensa –
Apresentaçao da Exposição Pintura, Escultura, Fotografia e Gravado.
A Musa da Paz 2016 (aberta do dia 16 ate o 25 Setembro)

Comissaria: Ehlaba Carballo
Artistas participantes (28 artistas que tem cedido sua obra de maneira solidária):
Acisclo Manzano. AleXandre. Ana Costas . Antonio Souto. Arantza Pardo. Beatriz Ansede. César Prada. Ehlaba Carballo. Fernando Barreira. Irene Lumbreras. Irene Silva. Karballo. Loreto Blanco. L.Torres Pato. Moxom. Otero. Ramón Conde. Ruth N. Lodeiro. Sara Bello. Soledad Penalta. Sula Repani.
Tareixa Taboada. Tatiana Lameiro. Tono Lorenzo. Tony Ferrer. Xosé Luis Otero. Xosé Rivada. Yolanda Carbajales .

Dia 19 – Palestras – GALERIA SARGADELOS

IDEIA – Caminhos de união e Confraternização
BLOCO A: Individuo – Sociedade: Relação Interior – Exterior.

18,00 h
Artur Alonso: “O caminho tríplice da Paz”
Presidente IGESIP

Ganhador do XVIII Prêmio de Poesia “Feliciano Rolán”, celebrado no ano 2004 na cidade galega da Guarda. Obteve uma Menção especial do Jurado, no XXVI Prémio Mundial de Poesia Nosside, celebrado no ano 2010.Desde 2008 é membro numerário da AGLP Academia Galega da Língua Portuguesa.
Em 2009 foi nomeado membro do Conselho Consultivo do Movimento Internacional Lusófono.

18,45 h
Koldo Aldai – “Ahimnsa, la paz profunda que arranca en nuestro interior”

Estudos de Historia e Geografia na Universidade de Deusto. Fundador do “Portal Dorado”.Co-criador “Foro Espiritual de Estella”. Criador da “Red Ibérica de Luz”.Co-criador da “Red Iberoamericana de Luz”. Escreve artigos em vários jornais e revistas.

DIA 20 – TERMAS DE OUTARIZ

17,00 h IOGA TERMAL
MétodoWellness –Cristina Pérez Rodriguez

Fundadora e Diretora da Associação Wellness. Formação em Hatha Ioga. Professora Ioga ULE (Universidade de León). Direção Centro Ioga Shira, junto a Francisco Martínez. Diploma Universitário em Conhecimentos Essenciais de Turismo de Saúde e Bem-estar, pela UCAM (Universidade Católica de Múrcia). Maestria em Reiki. Formação em Meditação na Escola Viyam Yoga, com Ulises Miranda.

Unidade Arte – Natureza – Ser Humano.

BLOCO B: Sociedade – Ecologismo.

Dia 21 – Palestras na GALERIA SARGADELOS

18,00 h
Alexandre Brea: “Sobre Ciência e Espiritualidade”

Visão confraternização Ciência e Espiritualidade. Desde uma reflexão sobre os múltiples pontos comúns entre conclusões científicas e diferentes pensamentos espirituais de todo o mundo.

Alexandre Brea: Santiago de Compostela 1994. Uma vez finalizado o bacharelato tomou-se um ano sabático que dedicou a viajar por Europa, a prender por conta própria e a escrever. Já com 18 anos começou o grão em Física na universidade de Santiago de Compostela que cursa na atualidade. Combina os estudos com outros interesses pessoais como a fotografia, a música, a leitura ou viajar. Nos últimos anos participou na obra poética Além do silencio e em numerosos recitais, assim como em obras coletivas que estão ainda em processo de ser publicadas.

18,45h.
Jose Antonio Lozano Garcia: “Unidade Filosofia Oriental e Ocidental”

Caminhos de união cultural. Analise da essência comum que compartilham ambos mundos e, das diferencias que nascem, não da separação, senão da diversas formas de interpretação duma mesma realidade, feitas por coletividades e culturas diversas; cujas observações diferentes (mas não divergentes) enriquecem a mesma unidade

Jose Antonio Lozano Garcia.- Professor de Filosofia no Ensino Secundário no IES Fraga do Eume e Chefe de Estudos. Prémio concurso nacional de poesia O Facho, 1988. PRÉMIO MANUEL MURGUÍA DE NARRAÇÃO BREVE 1993. Ensaio sobre a filosofia de José Marinho. Ética, paideia e anagogia: algumas questões essenciais sobre a iniciação filosófica, apresentado no Colóquio Comemorativo do Centenário do Nascimento.

BLOCO C: Enraizamento – Multiculturalismo: Essência Cultural

DIA 24 – Palestras na GALERIA SARGADELOS
Caminhos de apaziguamento interor-exterior

11,00 H. Conquistando a Paz:
Dra. Sueli Simões – “Conciliação: Emoções – Mente”

Médica pela Escola Paulista de Medicina (Universidade Federal de São Paulo – Brasil) em 1979, especializou-se em ginecologia, obstetrícia e homeopatia. Dedicou-se ao estudo, pesquisa, reflexão e vivência da Visão Holística e da Abordagem Transdisciplinar desde 1996 quando iniciou a Formação Holística de Base da UNIPAZ. Passou a estudar, praticar e ensinar diferentes abordagens em psicoterapia com principal foco na psicoterapia transpessoal, terapia regressiva, EMDR e Brainspotting.
Membro fundador Earth Association for Regression Therapy. Estudou Kardecismo, Cultos Afro-brasileiros, Antroposofia, Filosofias e religiões Orientais, Teosofia, Xamanismo, Eubiose, entre outras áreas.

11,45 Rhicardo Ribeiro –Caminhos para a Sinarquia – Modelo Social de Paz e Realização Humana
A Importância do Trabalho em Rede
Os Novos Paradigmas da Educação

Rhicardo Ribeiro – Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade do Porto em 2011, trabalha atualmente no sector da engenharia aeronáutica, aeroespacial e defesa;  foi antes professor tanto no ensino público, ensinando desenho de construção mecânica e resistência de materiais, como na sociedade brasileira de EUBIOSE, onde desempenha funções de instrutor e conferencista desde 2005;   no ano de 2013 foi nomeado coordenador de ensino e divulgação dos cursos da SBE no porto e em 2015 torna-se fundador e coordenador do projeto “Rede europeia de núcleos de estudos eubióticos”;  participa como membro fundador da “Rede para o desenvolvimento dos novos paradigmas da educação”, projeto que se iniciou em 2015;   autor de artigos, escritos poéticos diversos, canções e contos entre os quais se destacam as publicações:
O porto em poesia
Análise operacional de roturas e ferramentas de estampagem progressiva
DIA 24 – LICEO OURENSANO

21,30 Círculo Poetico Ourense
Recitado e Música
Unidade Espirito – arte – criatividade.

Poetas –José Antonio Santos, Maria Gonzalez, Adrian Gonzalez, Carmen Ropero e Santos Martin.
Isabel Blanco, Alexandre Brea, José Antonio Lozano Garcia, Rosa Negra, Cruz Martinez, Alexandre Insua.
Cantautor – Andrés Fernández Rodríguez.

 


PUBLICIDADE