Fundaçom Meendinho premia Noemi Vásquez

A ativista e responsável da "Arca da Noe" é galardoada polo seu compromisso com a língua.



arca-da-noeHoje 5 de maio é o dia internacional da nossa língua ao longo do seu vasto espaço internacional, por assim ter-se declarado pelo Instituto Internacional da língua Portuguesa, ligado à CPLP. Com motivo desta celebraçom a Fundaçom Meendinho faz público o acordo de conceder o prémio Meendinho 2020 a Noemí Vásquez Nogueiras, com a seguinte declaraçom:

São muitas as razões para NOEMÍ levar este prémio, a começar pelo facto de ser com certeza, um exemplo para todas as galegas e galegos, de compromisso com a Galiza e a sua língua.

NOEMÍ desde muito cedo foi uma mulher comprometido com a realidade nacional galega e a sua reintegração no espaço que lhe é próprio, o do português, sua língua, sem que esse português vaia a deixar de ser ele bem galego.

NOEMÍ é licenciada em Filologia Galega e em Filologia Portuguesa pola USC, tem um mestrado em Serviços Culturais também pela USC. Desde os seus tempos de estudante está envolvida no movimento reintegracionista, MDL, ESMORGA, AGAL AGLP, e no movimento reintegrante limião.

NOEMÍ é mágica organizando todo tipo de eventos e atividades, e como professora, a sua força empática envolve a todos os que a rodearem. O seu sorriso é como uma espada de luz que faz que de imediato te sentas entregada/o a sua pessoa.

NOEMÍ tem organizado eventos culturais como o “Português Perto, aquelas nossas músicas”, que vai por bastantes edições, na Universidade de Vigo-Campus de Ourense; ou o Festival “Estou Lá”, dentro dos Colóquios da Lusofonia, realizados em Ourense em outubro de 2012.

NOEMÍ em 2011 constrói e abre com um sócio a taberna cultural “A Corte dos Bois” em Sant’Ana (Sandiás – A Límia), chegando a ser um local de referência cultural.

NOEMÍ em agosto de 2014 inaugura um novo local cultural em Vilar de Santos (A Límia) “A Arca da Noe”. A que é, não só um elemento dinamizador económico de uma pequena localidade como Vilar de Santos, se não uma referência em toda Galiza, sendo além de taberna, espaço cultural e de concertos. A Arca de Noé deveria estar na agenda de visita obrigada de todos os que amamos este país, e participarmos nos seus eventos, como um verdadeiro Santo André de Teixido dos nossos tempos.

A entrega do prémio será anunciada no seu momento e quando as circunstâncias o permitirem. Será na Arca de Noé.

Na passada ediçom, 2019 a premiada foi Dores Fernandes Abel, e a celebraçom de entrega foi em Riba d’Eu, pode-se ver o ato de entrega aqui numha versom resumida, e aqui na versom alargada.


PUBLICIDADE

  • Terrestre

    Mais do que merecido!!!!

  • https://pglingua.org/index.php abanhos

    No 2019, o acordo da CPLP do 5 de maio, a UNESCO converteu-no em data abençoada universalmente, num reconhecimento da importância mundial da nossa língua
    https://www.publico.pt/2019/11/25/culturaipsilon/noticia/unesco-declara-5-maio-dia-mundial-lingua-portuguesa-1894966

  • Ernesto Vazquez Souza

    Boa escolha e parabéns à Noe, um exemplo e um compromisso, sempre com o sorriso facheando no rosto.

    • https://pglingua.org/index.php abanhos

      Sorriso?….espada de luz…
      Das de verdade, nada a confundir com o mundo de G. Lukas