1.º DE ABRIL: ESTA NOTÍCIA É O NOSSO CONTRIBUTO À EDIÇOM 2015 DO DIA DOS ENGANOS

(1.º de Abril) Feijóo revela à AGAL o conteúdo do memorando para o estudo do português na Galiza

Outras entidades culturais serám informadas nas próximas semanas



Reuniom entre os presidentes da Junta e da AGAL

Reuniom entre os presidentes da Junta e da AGAL

O presidente a Associaçom Galega da Língua (AGAL), Miguel Penas, e o seu homólogo da Junta da Galiza, Alberto Núñez Feijóo, tivérom umha reuniom institucional nas dependências do Paço de Rajói, em Compostela. No encontro, o chefe do Executivo galego apresentou o conteúdo do memorando assinado com Portugal para o estudo da língua portuguesa no sistema educacional autonómico.

O presidente da associaçom reintegracionista salientou, no final da reuniom, que nom pode ser divulgada ainda a literalidade do texto, «por lealdade institucional». Tenha-se em conta que o memorando implica duas instituições do mais alto nível, com compromissos orçamentários que nom podem ser desvelados «sem umha mínima precauçom».

Penas assegurou, no entanto, que os passos dados pola Administraçom estám a ser «lentos, mas firmes» e que o grau de implicaçom da Real Academia Galega (RAG) e do Instituto da Língua Galega (ILG), no sentido de promover o ensino do português, «está a ser muito intenso na atualidade».

Reuniom «cordial»

Em relaçom à reuniom, Penas assegurou que foi «muito cordial» e que Feijóo, sem compartilhar todas as propostas que a AGAL fai neste momento à sociedade, «compreende as motivações das mesmas» e mesmo «pensa que poderám ser aplicadas no futuro». No remate da juntança, o presidente da entidade reintegracionista presenteou o chefe do Executivo galego com um exemplar das Conversas com Isaac Alonso Estraviz, natural, como Feijóo, de uma localidade rural da província de Ourense.

NOTA:

Esta notícia nom é verídica; foi o nosso contributo para ediçom 2015 do Dia dos Enganos: «O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir».

Colocamos a seguir as notícias publicadas nas edições anteriores:


PUBLICIDADE