Minho e Galiza encontram-se hoje em Braga

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva acolhe o IV Encontro Minho-Galiza, que contará com debates sobre literatura, poesia e música popular



iv encontro minho galiza braga

Esta quinta-feira, Braga celebra o quarto Encontro Minho-Galiza na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva. O evento pretende “contribuir ao reencontro entre as duas margens do Minho” e para isso focou as passadas edições no teatro (2015), o cinema (2016) e a música (2017). O tema central deste ano é a poesia e, por extensão, também a música –popular– e líricas derivadas.  O público assistente poderá gozar com as achegas dos três paneis convidados, que falarão sobre produção editorial, criação literária e difusão da literatura popular.

A jornada dará início às 14 horas com a inauguração da mão do diretor do CECS-ICS (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade do Instituto de Ciências Sociais) Moisés de Lemos Martins, o diretor do CEG-ILCH (Centro de Estudos galegos do Instituto de Letras e Ciências Humanas) Pedro Dono, a docente do ICS Helena Pires e o aluno do mesmo centro, Francisco Abrunhosa. continuação começarão os paneis. Primeiro será o turno de Sofia Afonso (da Livraria Centésima Página, no Minho) e Francisco Castro (Editorial Galaxia, Galiza). O escritor José Manuel Mendes moderará este debate sobre a interação entre editoras e livreiros do Minho e da Galiza.

Às 15 horas chegará o declamador Fernando Pena, para um breve momento de descanso com poesia do Minho e da Galiza. A continuação, a poeta galega Rosália Fernández Rial debaterá com o poeta do Minho José Miguel Braga sobre a literatura de ambas beiras da fronteira. O docente Carlos Pazos Justo será o encarregado de moderar este encontro, programado para as 15:15 horas. Por último, e depois duma pausa para o café, às 16:15 horas haverá um último debate sobre literatura popular no diálogo entre as duas regiões moderado pela docente galega Noemi Basanta. Nele participarão a cantautora galega Alba María, José Machado (da Associação Cultural Sinos da Sé) e Ramom Pinheiro (aCentral Folque).

Já para encerrar o dia, a própria Alba Maria fará gozar o público com a sua música, acompanhada do guitarrista Queco Díaz. Na atuação também participará, como representante português, o tocador de cavaquinho Xico Malheiro. Noemi Basanta e Albertino Gonçalves serão os responsáveis de dar a despedida.


PUBLICIDADE